Recuperação de crédito cresce 0,7% em março

O indicador de recuperação de crédito – obtido a partir da quantidade de exclusões dos registros de inadimplentes da base da Boa Vista SCPC – apontou crescimento em março de 0,7% na comparação mensal com ajuste sazonal. Já na análise acumulada em 12 meses, houve queda de 1,0% (abril de 2017 até março de 2018 frente aos 12 meses antecedentes). Na comparação com o mesmo mês de 2017 a queda foi de 3,0%.

indicadorrecuperacao_abril_1

Em termos regionais, na comparação acumulada em 12 meses, observou-se alta na região Sul (6,6%) e Sudeste (0,1%). Em sentido oposto, a região Nordeste foi o destaque negativo (-7,3%), seguido do Norte (-5,5) e Centro-Oeste (-3,7%).

indicadorrecuperacao_abril_2

Apesar da queda no acumulado em 12 meses, algumas regiões já conseguiram reverter suas tendências ao longo do último ano, efeito ligado ao gradual aumento da atividade econômica e melhoria do mercado de trabalho. Caso esse cenário continue, espera-se convergência da recuperação de crédito para as demais regiões em níveis positivos ao longo do ano.

Metodologia

O indicador de recuperação de crédito é elaborado a partir da quantidade de exclusões dos registros de dívidas vencidas e não pagas informados anteriormente à Boa Vista pelas empresas credoras. As séries têm como ano base a média de 2011 = 100 e passam por ajuste sazonal para avaliação da variação mensal. Em janeiro de 2014 houve atualização dos fatores sazonais e reelaboração das séries dessazonalizadas, utilizando o filtro sazonal X-12 ARIMA, disponibilizado pelo US Census Bureau.

Comentários

comentários

Posts relacionados

Consumidores dizem que gastarão menos neste Natal, mas valor médio dos gastos será 4,5% maior

14 de dezembro de 2018 – 72% dos consumidores disseram que gastarão menos dinheiro neste Natal e Fim de Ano, em relação ao ano passado, quando 75% tinham esta intenção. 11%, por sua vez, afirmaram que irão gastar mais, contra 9% em 2017. Por outro lado, o valor médio previsto com todos os gastos, por…

Vendas no varejo caem 0,4% em outubro

De acordo com a Pesquisa Mensal do Comércio (PMC) divulgada pelo IBGE hoje, o volume de vendas no Varejo restrito caiu 0,4% em outubro na comparação mensal com ajuste sazonal. No acumulado em 12 meses o indicador cresceu 2,7%. No acumulado do ano a evolução foi de 2,2% em relação a 2017. Avaliando as séries…

Boa Vista: PMC de outubro evidencia crise das grandes livrarias

Por trás da queda de 0,4% das vendas do varejo de outubro – após recuo de 1,3% em setembro, já descontados os efeitos sazonais –, há, de um lado, fatores pontuais, como os preços elevados dos combustíveis – que derrubaram novamente as vendas do setor – e a crise no ramo de livrarias, com fechamento…