Congresso aprova discriminação de impostos na nota fiscal

Por José Valter Martins de Almeida, da RC Consultores 

Apresentada ao Congresso em 2006 com mais de 1 milhão de assinaturas, a proposta que determina que o valor de impostos pagos em produtos e serviços deva ser discriminado foi aprovada no Senado e vai à sanção da presidente Dilma. Deverão ser computados os seguintes impostos: ICMS, ISS, IPI, IOF, IR, CSLL, PIS/Pasep, Cofins e Cide. Além da nota fiscal, a informação da carga tributária incidente sobre o produto deverá constar de painel fixado em lugar visível, ou divulgada por meio eletrônico ou impresso.

Estudo divulgado pela Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE) mostra que, em 2010, a proporção dos tributos no Brasil em relação ao PIB foi maior do que em 17 países da OCDE, incluindo Suíça, Estados Unidos, Canadá, Japão, Espanha e Austrália. Com carga tributária compatível à de países de primeiro mundo, o Brasil arrecada mais impostos e contribuições que a maioria dos países da América Latina e mesmo de países ricos e industrializados. Enquanto no Brasil a carga tributária é de 32,4% do PIB, a média de 15 países analisados na América Latina é de 19,4%. Esses números ajudam a explicar porque o Brasil perde, a cada ano, competitividade.

 Ed.70

Comentários

comentários

Posts relacionados

Número de novas empresas cai 3,8% no 2º trimestre

No 2º trimestre de 2017 o número de novas empresas caiu 3,8% em relação ao trimestre anterior, segundo levantamento da Boa Vista SCPC (Serviço Central de Proteção ao Crédito), com abrangência nacional. Assim, o resultado configura a primeira queda para esse trimestre desde o início da série histórica (2003). Ainda assim, os valores acumulados no…

Vendas para o dia dos pais recuam 0,5% em 2017

As vendas do comércio para o dia dos pais diminuíram 0,5% em 2017 quando comparadas a 2016, segundo dados da Boa Vista SCPC (Serviço Central de Proteção ao Crédito). O recuo das vendas nesta data foi mais fraco do que o observado em 2016, quando o comércio retraiu 5,2% em relação ao mesmo período de…

Recuperação de crédito cai 1,7% no acumulado 12 meses

O indicador de recuperação de crédito – obtido a partir da quantidade de exclusões dos registros de inadimplentes da base da Boa Vista SCPC – apontou queda de 1,7% na variação acumulada em 12 meses (agosto de 2016 até julho de 2017). A variação mensal com dados dessazonalizados apresentou queda de 6,4% contra o mês…