Acionistas

Conheça os atuais acionistas da Boa Vista SCPC

O atual grupo de acionistas da Boa Vista SCPC é composto pela Associação Comercial de São Paulo (ACSP), como controladora, a Associação Comercial do Paraná, o Clube de Diretores Lojistas do Rio de Janeiro, a Câmara de Dirigentes Lojistas de Porto Alegre, além da TMG Capital, como acionista gestor. Em 1º de junho de 2011, a Boa Vista SCPC assumiu as operações da Equifax do Brasil Ltda.

Conheça mais sobre nossos acionistas:

• Associação Comercial de São Paulo (ACSP)

Fundada em 1894, a ACSP tem mais de 30 mil associados e é referência no estudo
e consultoria sobre empreendedorismo e políticas econômicas. Seus serviços exercem
grande influência na expansão e no aprimoramento seguro das empresas.

• TMG Capital

Fundado em 1997, com sede em São Paulo e escritórios em Curitiba e Nova York,
atua como fundo independente de participações que provê capital, visão
estratégica e experiência em gestão para companhias em fase de expansão.

• Equifax Inc.

Especialista em informações comerciais, a Equifax é uma companhia de capital pulverizado,
listada na Bolsa de Nova York. Atua nos Estados Unidos e em outros quinze países. No Brasil,
oferece informações comerciais sobre ativos e passivos de companhias abertas e fechadas,
além de informações de crédito.

• Associação Comercial do Paraná (ACP)

Presente desde 1889 no Paraná, a ACP oferece soluções de apoio às atividades comerciais
empresariais e também presta serviços a consumidores.

• Clube de Diretores Lojistas do Rio de Janeiro

Fundado em 1955, na cidade do Rio de Janeiro, oferece informações sobre banco de dados
comerciais, cadastro de proteção ao crédito, entre outros serviços.

• Câmara de Dirigentes Lojistas de Porto Alegre – CDLPoA

Atua no Rio Grande do Sul há mais de 50 anos. É especialista no desenvolvimento
de estratégias para o varejo, transformando dados em soluções para proteção, recuperação
e promoção do crédito e vendas.

Balanço Financeiro

• Relatório 2016

• Relatório 2017

• Relatório 2018

Carreiras

Pensamos juntos para fazer a diferença

Great Place To Work

Se você busca uma empresa INOVADORA, com poucos níveis hierárquicos, onde as suas ideias e produções terão visibilidade e impacto nos negócios:

Queremos conhecer você!

Cadastre o seu currículo

Código de Conduta

O compromisso com a ética e a transparência permeia todas as decisões da Boa Vista Serviços; afinal, a ética é um dos valores
da empresa. Nossa preocupação é garantir que nosso comportamento esteja alinhado aos mais elevados padrões de governança corporativa.Para guiar nossos profissionais rumo à conduta ética, foi lançado em 1º de julho de 2011 o Código de Conduta da Boa Vista, espinha dorsal do nosso compromisso com a ética e a transparência em nossos negócios.

O Código de Conduta é um instrumento com diretrizes claras e objetivas de como a empresa espera que seus profissionais
se relacionem com os colegas, parceiros e a sociedade em geral.

Embora não tenha a pretensão de esgotar todo e qualquer dilema ético que possa surgir em nosso cotidiano profissional,
o Código de Conduta da Boa Vista tem como objetivo ser um guia de conduta para um extenso grupo de decisões
a serem tomadas.

Por essa razão, todos os profissionais da empresa têm a obrigação de conhecê-lo, entendê-lo e aplicá-lo a suas atividades
profissionais.

Acesse o Código de Conduta

Decreto 9.936

Informações Relevantes

As informações relevantes previstas no inciso III, letra “c” do art. 2º do Decreto 9.936 de 24 de julho de 2019 estarão disponíveis após o registro no Banco Central do Brasil.

 

Diretores Designados

Dirceu Jodas Gardel Filho – Diretor Responsável pela Política de Segurança da Informação

Ronaldo dos Santos Sachetto – Diretor Responsável pela Gestão do Banco de Dados

 

Relatório

Em atendimento à alínea “e” do Inciso III Art. 2° do Decreto 9.936/19 que estabelece que os gestores de banco de dados devem realizar trabalho de “asseguração da política de transparência de uso e coleta de dados”; e de acordo com o §1° do Art. 7° da Lei n° 12.414 de junho de 2011 que estabelece que “O gestor de banco de dados deve disponibilizar em seu sítio eletrônico, de forma clara, acessível e de fácil compreensão, a sua política de coleta e utilização de dados pessoais para fins de elaboração de análise de risco de crédito.”, anexamos abaixo o relatório de asseguração gerado a partir da divulgação da política de transparência de uso e coleta de dados – Cadastro Positivo em 10 de outubro de 2019.

Missão e Visão

Missão

Gerar valor à sociedade, fornecendo as melhores informações, com agilidade e precisão, para que haja prosperidade compartilhada de modo sustentável.

Visão

Ser indispensável na geração de conhecimento sobre pessoas, organizações e sociedade, que suportem as melhores decisões para o desenvolvimento das empresas e dos consumidores.

Valores

AGILIDADE: faça acontecer, exceda expectativas.

RESPONSABILIDADE: assuma cada desafio como seu, proponha em time a melhor solução.

SIMPLICIDADE: vá direto ao ponto, não complique.

CONFIABILIDADE: comprometa-se com as entregas e sua qualidade.

INTEGRIDADE: atue com equilíbrio, respeito e honradez.

Política de Transparência

Sumário

1. Objetivo
2. Definições
3. Disposições Gerais
4. Histórico de Crédito
4.1  Pontuação de crédito ou score de crédito
4.2  Fontes de dados do Cadastro Positivo
4.3  Comunicação de abertura do Cadastro Positivo
4.4  Uso dos Dados do Cadastro Positivo
4.5  Segurança dos dados
4.5.1 Procedimento na hipótese de vazamento de informações
5. Direitos dos Cadastrados
5.1 Cancelamento e reabertura do Cadastro Positivo
5.2  Acesso
5.3  Contestação
5.4  Bloqueio de Consulentes
6. Vigência

 

1. Objetivo

Esta política tem o objetivo de esclarecer a todas as pessoas naturais ou pessoas jurídicas, que tenham histórico de crédito, quanto à transparência de uso e coleta de dados do Cadastro Positivo, assim como pautar as ações da empresa no cumprimento da Lei.

 

2. Definições

Anotação: ação ou efeito de anotar, assinalar, averbar, incluir, inscrever ou registrar informação relativa ao histórico de crédito em banco de dados.

Banco de dados: conjunto de dados relativo a pessoa natural ou jurídica armazenada com a finalidade de subsidiar a concessão de crédito, a realização de venda a prazo ou de outras transações comerciais e empresariais que impliquem risco financeiro.

Cadastrado: pessoa natural ou jurídica cujas informações tenham sido incluídas em banco de dados.

Cadastro Positivo:  Cadastro Positivo é um banco de dados onde são anotados os pagamentos realizados e as operações de crédito em andamento dos cadastrados. Essas informações formam o seu histórico de crédito e podem ser usadas na hora em que solicitados para aquisição de crédito no mercado.

Consulente: pessoa natural ou jurídica que acesse informações em bancos de dados para qualquer finalidade permitida por esta Lei.

Fonte: pessoa natural ou jurídica que conceda crédito, administre operações de autofinanciamento ou realize venda a prazo ou outras transações comerciais e empresariais que lhe impliquem risco financeiro, inclusive as instituições autorizadas a funcionar pelo Banco Central do Brasil e os prestadores de serviços continuados de água, esgoto, eletricidade, gás, telecomunicações e assemelhados.

Gestor: pessoa jurídica que atenda aos requisitos mínimos de funcionamento previstos nesta Lei e em regulamentação complementar, responsável pela administração de banco de dados, bem como pela coleta, pelo armazenamento, pela análise e pelo acesso de terceiros aos dados armazenados.

Histórico de crédito: conjunto de dados financeiros e de pagamentos, relativos às operações de crédito e obrigações de pagamento adimplidas ou em andamento por pessoa natural ou jurídica.

 

3. Disposições Gerais

Em atendimento a Lei nº 12.414, de 9 de junho de 2011, Lei Complementar 166/19 de 8 de abril de 2019 e regulamentada pelo Decreto nº 9.936, de 24 de julho de 2019 (Resolução BACEN nº 4.737 de 29 de julho de 2019, Circular BACEN nº 3.955 de 29 de julho de 2019 e Carta Circular BACEN nº 3.966 de 31 de julho de 2019) que disciplina a formação e a consulta a bancos de dados com informações de adimplemento, de pessoas naturais ou de pessoas jurídicas, para formação de histórico de crédito, a Boa Vista, como gestora de banco de dados, está comprometida com o uso adequado de todos os recursos e esforços para garantir práticas de trabalho transparentes e responsáveis para todos, a fim de:

  • Cumprir a legislação em vigor;
  • Atender as melhores práticas e os princípios éticos e de transparência na coleta, armazenamento e utilização das informações do histórico de crédito de pessoas físicas e jurídicas e dados positivos;
  • Prestar contas do uso adequado de tais dados;
  • Manter todos os Dados dos cadastrados seguros;
  • Garantir acesso e correção dos dados pelos cadastrados.

 

4. Histórico de Crédito

A adesão ao Cadastro Positivo é automática, conforme disposto na Lei Complementar nº 166/2019, e o conjunto de dados financeiros e de pagamentos do Histórico de Crédito, definidos em Decreto, é composto por:

  • Data da concessão do crédito ou da assunção da obrigação de pagamento;
  • Valor do crédito concedido ou da obrigação de pagamento assumida;
  • Valores devidos das prestações ou das obrigações, com indicação das datas de vencimento e de Pagamento;
  • Valores pagos, integral ou parcialmente, das prestações ou obrigações, com indicação das datas de Pagamento.

 

4.1  Pontuação de crédito ou score de crédito

No dia a dia, as compras realizadas, as contas pagas, um financiamento ou um pedido de empréstimo contribuirão para formar a pontuação de crédito, assim definindo Score.

Essa pontuação ajudará as empresas a analisarem o risco de uma venda e decidirem se a operação creditícia pode seguir sem problemas.

O cadastrado no sistema cadastro positivo poderá ter suas informações de pagamento utilizadas como critério de classificação de risco, atrelada à outras informações disponíveis para os GBDs.

Essas informações irão compor o Score do Consumidor, de acordo com modelagem de crédito desenvolvida pela BVS. Ao realizar todos os pagamentos, até o vencimento, cadastrado poderá ser classificado com uma pontuação mais alta; porém, caso os pagamentos atrasem, a classificação poderá ser um pouco menor.

 

4.2  Fontes de dados do Cadastro Positivo

Serão parte do Cadastro Positivo as informações de pagamento das parcelas de crédito como cartão de crédito, empréstimos e financiamentos, além de contas de serviços continuados: energia, água, telefone etc.

Envio dos dados das Fontes para os Gestores de Banco de Dados.

Para que o cadastro positivo seja operado, as fontes deverão enviar as informações dos cadastrados para os gestores de banco de dados gerarem o score.

O procedimento de envio dessas informações enviadas para os gestores de banco de dados será sempre através de procedimentos seguros, seguindo as melhores práticas de segurança da informação e privacidade de dados.

 

4.3  Comunicação de abertura do Cadastro Positivo

A comunicação ao cadastrado deverá ocorrer em até 30 (trinta) dias após a abertura do cadastro no banco de dados, sem custo para o cadastrado.

Será realizada pelo gestor de banco de dados, diretamente ou por intermédio de fontes.

Também serão informados de maneira clara e objetiva os canais disponíveis para o cancelamento do cadastro no banco de dados.

Para os cadastrados em outro gestor de banco de dados, fica dispensada a comunicação.

Serão utilizados para o envio da comunicação os dados pessoais, como endereço residencial, comercial, eletrônico, fornecidos pelo cadastrado à fonte.

 

4.4  Uso dos Dados do Cadastro Positivo

As informações do Cadastro Positivo só serão disponibilizadas para consulentes que tenham relação comercial ou creditícia com o cadastrado e, devem ser utilizadas, necessariamente, para:

  • Realizar análise de risco de crédito do cadastrado; ou
  • Subsidiar a concessão ou extensão de crédito e a realização de venda a prazo ou outras transações comerciais e empresariais que impliquem risco financeiro ao consulente.

As informações serão disponibilizadas em forma de pontuação de crédito ou detalhadas se houver autorização específica para tanto.

 

4.5  Segurança dos dados

A Boa Vista possui um parque tecnológico seguro que garante a devida proteção dos dados contra acessos não autorizados, destruição e o uso ou divulgação das informações.

Por Lei os gestores de banco de dados devem garantir e assegurar disponibilidade, integridade e uso adequado das informações armazenadas no ambiente Cadastro Positivo.

 

4.5.1   Procedimento na hipótese de vazamento de informações

Será realizado uma avaliação para entendimento do possível incidente de vazamento, e caso constatado o vazamento, o time de Segurança da Informação iniciará o processo de Comitê de Crise devidamente estabelecido conforme política de segurança da informação e procedimento de tratamento de incidentes de segurança da informação.

 

5. Direitos dos Cadastrados

5.1  Cancelamento e reabertura do Cadastro Positivo

O cadastrado poderá cancelar ou reabrir o seu Cadastro Positivo gratuitamente, a qualquer momento, nos nossos canais:

  • Eletrônico – via site http://www.consumidorpositivo.com.br em área logada após fazer o cadastro ou imprimindo o formulário e enviando via correio para a Boa Vista com os documentos exigidos;
  • Físico indo ao balcão de atendimento, em Rua Boa Vista, n° 62, Centro, CEP 01014-911, São Paulo/SP;
  • Telefônico – ligando para 0800 727 0201.

A partir de 09 de julho de 2019, a solicitação de cancelamento ou reabertura realizada perante qualquer GBD deverá ser compartilhada e atendida entre todos os demais em até 02 (dois) dias úteis.

É possível que, em caso de cancelamento, os dados sejam mantidos em arquivo interno, indisponível para terceiros, para cumprir obrigações legais, regulatórias, ordens judiciais ou administrativas. Neste caso, eles não serão, em nenhuma hipótese, divulgados, compartilhados ou repassados a nenhum cliente ou parceiro.

Vale ressaltar que não será admitido pedido de exclusão parcial de informações registradas em banco de dados, exceto se houver sido indevidamente registrada.

 

5.2  Acesso

O cadastrado poderá acessar gratuitamente as informações sobre ele existentes no banco de dados, inclusive seu histórico e sua nota ou pontuação de crédito, por meio de autoconsulta em sistemas seguros mantidos pelos GBDs.

A autoconsulta poderá ser realizada de forma eletrônica através do site http://www.consumidorpositivo.com.br, lembrando que um breve cadastro deverá ser realizado no site, ou presencialmente no balcão de atendimento (Rua Boa Vista, n° 62, Centro, CEP 01014-911, São Paulo/SP).

O cadastrado também poderá obter por telefone (0800-727-0201) a instrução de como o mesmo pode realizar a autoconsulta nos canais acima citados.

 

5.3  Contestação

O cadastrado tem o direito de contestar qualquer informação sobre ele erroneamente anotada em banco de dados e ter, em até 10 (dez) dias, sua correção ou confirmação, em todos os bancos de dados que compartilharam a informação.

A contestação poderá ser realizada nos mesmos canais da autoconsulta, através do site http://www.consumidorpositivo.com.br, onde são exibidos os seus contratos e existe a possibilidade contestá-los um a um, ou, imprimindo o formulário de ‘Contestação’ disponível no site e enviando via correio para a Boa Vista com os documentos exigidos. Adicionalmente, a contestação também poderá ser realizada presencialmente no balcão de atendimento.

Assim como a consulta, por telefone é possível obter instrução de onde e como fazer a contestação.

 

5.4  Bloqueio de Consulentes

O cadastrado pode solicitar que suas informações não sejam acessíveis por determinados consulentes por período indeterminado.

O bloqueio poderá ser realizado nos mesmos canais da autoconsulta, através do site  http://www.consumidorpositivo.com.br, onde são exibidos os seus contratos e existe a possibilidade contestá-los um a um, ou, imprimindo o formulário de ‘Bloqueio ou desbloqueio’ disponível no site e enviando via correio para a Boa Vista com os documentos exigidos. Adicionalmente, a contestação também poderá ser realizada presencialmente no balcão de atendimento

Assim como a consulta, por telefone é possível obter instrução de onde e como fazer a contestação,

 

6. Vigência

Esta Política está aprovada e vigente desde 09 de Julho de 2019, e deverá ser revisada, atualizada e divulgada sempre que se fizer necessário.

Diretrizes de Segurança da Informação e Privacidade

Certificados

Fundação Carlos Alberto Vanzolini

• Sistema de Gestão da Segurança da Informação – NBR ISO / IEC 27001: 2013
• Information Security Management System – NBR ISO / IEC 27001: 2013

IQ NET

• Information Security Management System – NBR ISO / IEC 27001: 2013

Política de Segurança da Informação e Privacidade

 

1. Garantir a confidencialidade, integridade e disponibilidade das informações através da utilização de ferramentas que permitam um nível maior de segurança para:

  • Proteção dos dados e os sistemas de informação contra ameaças internas e externas;
  • Proteção contra acessos indevidos, cópias, leituras, modificações, destruições e divulgações não autorizadas.
  • Proteção contra modificações não autorizadas que possam impactar negativamente a imagem da empresa.

 

2. Assegurar a continuidade dos negócios, através da definição de processos e sistemas críticos contra falhas e desastres significativos.

 

3. Conscientizar todos os colaboradores com relação a ações de segurança e privacidade, bem como no uso correto dos ativos corporativos, para uso único e exclusivo da empresa, estando sujeitos à monitoração, rastreabilidade e auditoria.

 

4. Definir processos para uma gestão de incidentes de segurança, buscando a proteção, detecção, resposta e recuperação contra ataques cibernéticos.

 

5. Garantir o cumprimento desta política e demais documentos corporativos relacionados a Segurança da Informação e Privacidade da empresa.

 

6. Assegurar o engajamento da Alta Direção para a busca da melhoria contínua dos processos e recursos necessários para elevação da maturidade de Segurança da Informação e Privacidade na empresa.

 

Por fim declaramos que esta política reflete a Política Corporativa de Segurança da Informação e de Privacidade, validada e aprovada pela Diretoria Executiva e Presidência.