Falta de investimentos em infraestrutura no Brasil compromete a produtividade

Por José Valter Martins de Almeida, da RC Consultores

Estudo do Ipea aponta que os investimentos federais em transportes não decolam. O orçamento de investimentos para estradas federais este ano previa execução de R$ 13,6 bilhões. Até esta semana foram executados apenas R$ 6,6 bilhões, sendo que 70% deste montante deve-se, exclusivamente, à quitação de restos a pagar. Para o transporte ferroviário o orçamento previa R$ 2,8 bilhões, mas só se pagaram, até o momento, R$ 740 milhões, ou seja, 26,9% do previsto. Por outro lado, estudo da CNT, Confederação Nacional do Transporte, indica contínua deterioração da malha rodoviária: 62,7% dela apresenta algum tipo de problema. Em 2011 esse percentual era de 57,4%.

Estima-se que seriam necessários R$ 170 bilhões para modernizar a infraestrutura rodoviária no Brasil. Com os gastos correntes ocupando o lugar de juros no Orçamento deste ano, os necessários investimentos públicos permanecem prejudicados. Com isso, fica cada vez mais distante o aumento da produtividade da indústria brasileira.

Ed.57

Comentários

comentários

Posts relacionados

Maioria dos consumidores afirma ter perfil equilibrado quanto aos seus hábitos de consumo, revela pesquisa da Boa Vista SCPC

A maioria dos entrevistados (59%) em pesquisa inédita desenvolvida pela Boa Vista SCPC afirma ter um perfil equilibrado quando questionada sobre os seus hábitos de compra. Outros 28% dizem ter perfil conservador, e 13% afirmam ser consumistas. O levantamento da Boa Vista SCPC, elaborado com 1.169 entrevistados, em todo o Brasil, no período entre 31…

Parceria ADASP com a Boa Vista SCPC possibilita a ampliação de resultados

A Boa Vista SCPC tem parceria com mais de 2.200 entidades de classes representativas em todo o Brasil. Destaca-se também pela inovação e contínuo investimento em tecnologia para desenvolvimento de soluções que antecipem as principais demandas do mercado. Possui um time com centenas de profissionais especializados em modelagem estatística de informações, o que garante produtos…

Percentual de cheques devolvidos atingiu 2,06% em fevereiro, segundo Boa Vista SCPC

O número de cheques devolvidos (segunda devolução por falta de fundos) como proporção do total de cheques movimentados atingiu 2,06% em fevereiro, registrando diminuição em relação a fevereiro de 2016, quando alcançou 2,22%. O percentual de cheques devolvidos sobre movimentados também recuou na comparação mensal (em janeiro o nível foi de 2,07%), sendo o resultado…