Falta de investimentos em infraestrutura no Brasil compromete a produtividade

Por José Valter Martins de Almeida, da RC Consultores

Estudo do Ipea aponta que os investimentos federais em transportes não decolam. O orçamento de investimentos para estradas federais este ano previa execução de R$ 13,6 bilhões. Até esta semana foram executados apenas R$ 6,6 bilhões, sendo que 70% deste montante deve-se, exclusivamente, à quitação de restos a pagar. Para o transporte ferroviário o orçamento previa R$ 2,8 bilhões, mas só se pagaram, até o momento, R$ 740 milhões, ou seja, 26,9% do previsto. Por outro lado, estudo da CNT, Confederação Nacional do Transporte, indica contínua deterioração da malha rodoviária: 62,7% dela apresenta algum tipo de problema. Em 2011 esse percentual era de 57,4%.

Estima-se que seriam necessários R$ 170 bilhões para modernizar a infraestrutura rodoviária no Brasil. Com os gastos correntes ocupando o lugar de juros no Orçamento deste ano, os necessários investimentos públicos permanecem prejudicados. Com isso, fica cada vez mais distante o aumento da produtividade da indústria brasileira.

Ed.57

Comentários

comentários