MP dos portos aprovada vai na direção certa

Por José Valter Martins de Almeida, da RC Consultores

A Medida Provisória dos Portos, que moderniza as regras do setor portuário, foi finalmente aprovada após muita polêmica ao longo da última semana. Entre os principais pontos do texto aprovados temos a possibilidade da operação de cargas de terceiros por terminais privados localizados fora de portos públicos e a não obrigatoriedade de contratação de trabalhadores vinculados ao Órgão Gestor de Mão de Obra por esses terminais.

A aprovação da medida provisória é um passo importante para redução dos custos operacionais das empresas exportadoras, em especial as de produtos agrícolas. Os investimentos em terminais privados devem aumentar a capacidade para escoar as cargas. Outras transformações, como a simplificação fiscal, maior eficiência dos órgãos públicos e dos trabalhadores portuários, precisam vir para o Brasil aumentar sua competitividade.

Ed.187

Comentários

comentários

Posts relacionados

Movimento do Comércio sobe 0,5% em julho

O Indicador Movimento do Comércio, que acompanha o desempenho das vendas no varejo em todo o Brasil, subiu 0,5% em julho quando comparado a junho na análise com ajuste sazonal, de acordo com os dados apurados pela Boa Vista SCPC (Serviço Central de Proteção ao Crédito). Na avaliação acumulada em 12 meses (agosto de 2016…

Percentual de cheques devolvidos atinge 1,90% em julho

O número de cheques devolvidos (segunda devolução por falta de fundos), como proporção do total de cheques movimentados[1] atingiu 1,90% em julho, registrando considerável redução em relação ao mesmo mês do ano anterior (-0,31 p.p.). Na comparação mensal, o percentual de cheques devolvidos sobre movimentados obteve leve alta frente ao mês anterior (em junho o…

PNAD: Rendimentos apresentam leve melhora no 2T17

De acordo com a Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua (Pnad), os rendimentos reais dos trabalhadores apresentaram melhora em todas as regiões quando avaliadas os valores acumulados em 4 trimestres. A Região Nordeste registrou a primeira marcação positiva (1,6%), ao lado da região Sudeste (0,1%) e Centro Oeste (0,8%). Em relação ao mesmo período…