8 dicas para o consumidor comprar o presente do Dia das Mães sem comprometer seu orçamento

Os consumidores que ainda não compraram o presente para o Dia das Mães, que será no próximo dia 11 de maio (domingo), ainda podem fazer isso sem comprometer o orçamento e sem errar na escolha. Um levantamento recente da Boa Vista SCPC mostrou que 86% dos consumidores planejam comprar presentes para o Dia das Mães, e 75% pretendem gastar mais ou o mesmo valor com o presente neste ano.

A Boa Vista SCPC preparou 8 dicas que vão ajudar esses consumidores.

1- Faça o orçamento do mês e defina um valor adequado para esse presente, que não comprometa as demais despesas previstas.

2- Está com o orçamento apertado? Lembre-se que o melhor presente é aquele dado com amor, então, neste caso, evite gastos elevados para não se endividar ainda mais.

3- Aproveite as ofertas e promoções típicas para esta data comemorativa, e pesquise os preços do presente.

4- Conheça bem o perfil de sua mãe, o que ela gosta e vale até perguntar o que ela gostaria de ganhar. Acertar no presente é fundamental.

5- Neste ano, os consumidores devem presentear suas mães com itens de uso pessoal (perfumes, calçados, vestuário, cosméticos), eletroeletrônicos, eletrodomésticos, entretenimento e lazer, conforme pesquisa da Boa Vista SCPC. Essas escolhas são sempre bem assertivas.

6- Comprar pela internet também é sempre uma boa opção pela comodidade e até pelos preços, mas redobre a atenção, conheça as políticas de compra e a idoneidade da empresa e, principalmente, confira o prazo de entrega, para não correr o risco do presente não chegar até a data.

7- Pense nos detalhes como embalagem e um cartão com mensagem para sua mãe.

8- Esteja presente nesta data tão especial. Abrace, beije e comemore com sua mãe, esse, certamente, ainda é o melhor presente.

Seguindo essas dicas, tendo em mente o valor limite que poderá investir no presente e evitando extravagâncias, não há como errar.

A Boa Vista SCPC também esclarece que o consumidor pode a qualquer momento consultar seu CPF gratuitamente no site www.consumidorpositivo.com.br e saber se possui dívidas registradas em seu nome. E assim, poderá controlar melhor seu orçamento no mês.

Sobre a autoconsulta online gratuita

A autoconsulta online é um serviço pioneiro e inédito oferecido gratuitamente pela Boa Vista SCPC (Serviço Central de Proteção ao Crédito), por meio do Portal Boa Vista Consumidor Positivo. Permite que o consumidor, após cadastro que gerará senha e login individualizados, consulte o próprio CPF com segurança, privacidade e praticidade, por meio da internet, de qualquer localidade do país, 24 horas por dia, 7 dias da semana. Não há limite de consultas.

Sobre o Portal Boa Vista Consumidor Positivo

O Portal Boa Vista Consumidor Positivo reúne ainda outros serviços gratuitos como o SOS Cheques e Documentos. Por meio dele, quando um consumidor é furtado, roubado ou tem algum documento ou folha de cheque extraviados, pode registrar um alerta on-line, que é visto por mais de 1 milhão de empresas que efetuam consultas no SCPC no momento da venda ou contratação de serviços. Esta medida simples e eficaz reduz a possibilidade de fraude em até 60%.

Comentários

comentários

Posts relacionados

CAGED: Setembro registra sexto saldo positivo consecutivo

Segundo dados divulgados pelo Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (CAGED) do Ministério do Trabalho, em setembro o saldo de vagas no mercado de trabalho (diferença entre novas contratações e demissões) foi positivo em 34,4 mil postos. Deste modo, a leitura atual contrasta quando comparado ao mesmo período do ano anterior, quando foram encerradas 39,3…

Movimento do Comércio sobe 1,5% em setembro

O Indicador Movimento do Comércio, que acompanha o desempenho das vendas no varejo em todo o Brasil, subiu 1,5% em setembro quando comparado a agosto na análise com ajuste sazonal, de acordo com os dados apurados pela Boa Vista SCPC. Na avaliação acumulada em 12 meses (outubro de 2016 até setembro de 2017 frente ao…

IBC-BR recua 0,38% em agosto e 1,0% no acumulado 12 meses

18 de outubro 2017 – Segundo o Banco Central, o indicador antecedente da atividade econômica (IBC-BR[1]) recuou 0,38% na comparação mensal contra o mês de julho (dados dessazonalizados). Considerando a variação acumulada em 12 meses, o ritmo de queda segue diminuindo: a leitura de agosto apresentou um recuo de 1,0% (após registrar queda de 1,4%…