Vendas para o Dia dos Pais recuam 5,2% em 2016, segundo Boa Vista SCPC

Dados da Boa Vista SCPC (Serviço Central de Proteção ao Crédito) mostram que em 2016 as vendas do comércio para o Dia dos Pais recuaram 5,2% quando comparadas a 2015.

Em 2016 o recuo das vendas nesta data foi ainda mais intenso do que o observado em 2015, quando as vendas no comércio diminuíram 0,8% em relação ao mesmo período de 2014.

Os resultados obtidos nas estimativas da FecomercioSP mostram que o Dia dos Pais teve desempenho em linha com as outras datas e não traz grande alento ao varejo. As esperanças de que a data fosse indicar algum grau de recuperação (ou de resultados menos ruins) não se confirmou, apesar da melhoria da confiança do consumidor e do empresário. As vendas caíram o equivalente a R$ 4,3 bilhões, ou quase 11% em relação ao mesmo período no ano passado.

As dificuldades que ainda permeiam o cenário macroeconômico, tais como juros elevados, mercado de trabalho em deterioração e inflação alta, continuam impactando negativamente as vendas em datas comemorativas. Caso o cenário mais benigno apontado pelas projeções de mercado se consolidem, possivelmente poderemos visualizar nas próximas datas comemorativas uma inflexão de tendência.

Metodologia

O cálculo do volume de vendas para esta data é baseado em uma amostra das consultas realizadas no banco de dados da Boa Vista SCPC, com abrangência nacional. Para este Dia dos Pais foram consideradas as consultas realizadas no período de 7 a 14 de agosto de 2016, comparadas às consultas realizadas entre 2 e 9 de agosto de 2015.

Comentários

comentários