Procura do consumidor por crédito tem maior queda em 5 anos, diz Boa Vista SCPC

A procura do consumidor brasileiro por crédito caiu 10,2% na análise de longo prazo, avaliada pela variação acumulada em 12 meses (maio de 2014 a abril de 2015 contra os 12 meses antecedentes), de acordo com dados da Boa Vista SCPC. Essa queda é recorde desde a criação do indicador, há cinco anos. Na análise mensal (abril de 2015 contra março de 2015) houve queda de 1,2%, descontados os efeitos sazonais. E na avaliação interanual (abril de 2015 contra abril de 2014) o recuo foi de 13,8%.

Considerando os segmentos que compõem o Indicador de Procura do Consumidor por Crédito, expurgados os efeitos sazonais, a demanda nas instituições financeiras caiu 2,2% (abril de 2015 contra março de 2015) e para o segmento não-financeiro a queda foi de 0,6%, mantida a base de comparação.

tb1

O consumidor tem sido mais cauteloso em tempos de incertezas econômicas. Como consequência, a procura por crédito vem desacelerando, consecutivamente, desde meados do segundo semestre de 2014, resultado observado tanto pela queda mensal, quanto na tendência de longo prazo (verificada pela variação acumulada em 12 meses). Os fatores macroeconômicos também têm contribuído decisivamente para piora do índice ao longo dos últimos meses. A alta das taxas de juros, a inflação consistentemente elevada e a piora do mercado de trabalho são algumas das variáveis condicionantes deste cenário. Levando em consideração o ambiente macroeconômico para 2015, a Boa Vista SCPC acredita que uma inflexão da tendência da procura por crédito somente se concretizará com a melhoria da confiança na economia, cenário factível caso se consolidem os ajustes de política monetária e fiscal, atualmente em curso.

Abaixo, a tabela com os dados apresentados.

tb2

Metodologia

O indicador de Demanda por Crédito – Pessoa Física é elaborado a partir da quantidade de consultas de CPF à base de dados da Boa Vista por empresas. As séries têm como ano base a média de 2011 = 100 e passam por ajuste sazonal para avaliação da variação mensal. A partir de janeiro de 2014, houve atualização dos fatores sazonais e reelaboração das séries dessazonalizadas, utilizando o filtro sazonal X-12 ARIMA, disponibilizado pelo US Census Bureau.

A série histórica deste indicador inicia em 2010 e está disponível em: http://www.boavistaservicos.com.br/economia/demanda-por-credito/

Comentários

comentários

Posts relacionados

Percentual de cheques devolvidos atinge 1,90% em julho

O número de cheques devolvidos (segunda devolução por falta de fundos), como proporção do total de cheques movimentados[1] atingiu 1,90% em julho, registrando considerável redução em relação ao mesmo mês do ano anterior (-0,31 p.p.). Na comparação mensal, o percentual de cheques devolvidos sobre movimentados obteve leve alta frente ao mês anterior (em junho o…

Número de novas empresas cai 3,8% no 2º trimestre

No 2º trimestre de 2017 o número de novas empresas caiu 3,8% em relação ao trimestre anterior, segundo levantamento da Boa Vista SCPC (Serviço Central de Proteção ao Crédito), com abrangência nacional. Assim, o resultado configura a primeira queda para esse trimestre desde o início da série histórica (2003). Ainda assim, os valores acumulados no…

Vendas para o dia dos pais recuam 0,5% em 2017

As vendas do comércio para o dia dos pais diminuíram 0,5% em 2017 quando comparadas a 2016, segundo dados da Boa Vista SCPC (Serviço Central de Proteção ao Crédito). O recuo das vendas nesta data foi mais fraco do que o observado em 2016, quando o comércio retraiu 5,2% em relação ao mesmo período de…