Pedidos de falência caem 3,1% no acumulado do ano, diz Boa Vista SCPC

Os pedidos de falências registraram queda de 3,1% no acumulado de janeiro a outubro de 2014, quando comparados ao mesmo período do ano anterior, de acordo com dados nacionais da Boa Vista SCPC (Serviço Central de Proteção ao Crédito). Na comparação mensal (out/14 contra set/14), os pedidos recuaram 23,5%, e na comparação interanual (out/14 contra out/13), a queda foi de 19,2%.

As falências decretadas apresentaram retração de 0,6% no acumulado do ano, na comparação com o mesmo período de 2013. Na comparação mensal (out/14 contra set/14) as falências decretadas recuaram 31,3% e na comparação interanual (out/14 contra out/13) houve queda de 2,1%.

No acumulado do ano (jan/14 a out/14), contra o mesmo período de 2013, os pedidos de recuperação judicial cresceram 7,6%, e as recuperações judiciais deferidas tiveram queda de 5,2%. A tabela 1 resume os dados.

tabela-f1

Os pedidos e as decretações de falências voltaram a recuar, tanto na comparação mensal como na interanual, intensificando as quedas dos resultados acumulados no ano. Os pedidos de recuperação judicial continuam maiores do que no ano passado, apesar da desaceleração.

Apesar do baixo crescimento observado na atividade econômica em 2014, a insolvência das empresas continua recuando na comparação com o mesmo período de 2013.

A série histórica do indicador está disponível em: http://www.boavistaservicos.com.br/economia/falencias-e-recuperacoes-judiciais/

Metodologia

O indicador de falências e recuperações judiciais é construído com base na apuração de dados mensais de ocorrências (requerimentos e decretações) registrados na base de dados da Boa Vista SCPC, oriundas dos fóruns, varas de falências e dos Diários Oficiais e de Justiça dos estados.

Comentários

comentários