Nota de Política Monetária do BC: Inadimplência PF com recursos livres se manteve em 6,5%. Saldo de crédito acumula alta de 13,7% em 12 meses.

Segundo o Banco Central, o estoque total de empréstimos e financiamentos em março de 2014 alcançou R$2.759 bilhões no mês, elevando-se 13,7% na comparação com o mesmo mês de 2013. A relação crédito/PIB atingiu 55,9% ante 55,8% no mês de fevereiro. Na evolução mensal, o saldo de crédito destinado às empresas aumentou 1,1%, alcançando R$1.477 bilhões, e o saldo destinado às famílias totalizou R$1.282 bilhões após alta de 0,9% no mês.

As concessões totais de crédito atingiram R$305 bilhões no mês, tendo registrado aumento de 2,9% em março na comparação com o mês de fevereiro. O feriado de carnaval influenciou a concessão para pessoas físicas, que recuou 1,9%. Em relação às concessões para pessoas jurídicas, houve elevação de 8,1%, resultado devido, sobretudo, aos avanços nas categorias de repasses externos, desconto de duplicatas e aquisição de recebíveis. No acumulado em 12 meses, as concessões cresceram 12,0%.

nota 1

A inadimplência do sistema financeiro registrou estabilidade, mantendo-se em 3,0%, o menor patamar da série histórica iniciada em março de 2011. Tal estabilidade também foi observada nas operações com recursos livres (4,8%) e com recursos direcionados (1,0%).

A taxa média de juros das operações de crédito do sistema financeiro alcançou 21,1% em março, após elevação de 0,1 p.p. no mês e de 2,6 p.p. em 12 meses. No crédito com recursos livres, a taxa média situou-se em 31,6%, sendo 41,6% nos créditos pessoais e 23,1% para as empresas.  No crédito direcionado, o custo médio subiu de 7,6% para 8,0%.

O spread bancário das operações de crédito se manteve em 12,3%, no entanto, aumentou 0,6 p.p. na comparação interanual. Os spreads relativos aos segmentos de pessoas jurídicas e físicas corresponderam a 7,7% e 18,3%, respectivamente.

nota 2

 

 

 

 

 

Comentários

comentários

Posts relacionados

CAGED: Setembro registra sexto saldo positivo consecutivo

Segundo dados divulgados pelo Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (CAGED) do Ministério do Trabalho, em setembro o saldo de vagas no mercado de trabalho (diferença entre novas contratações e demissões) foi positivo em 34,4 mil postos. Deste modo, a leitura atual contrasta quando comparado ao mesmo período do ano anterior, quando foram encerradas 39,3…

Movimento do Comércio sobe 1,5% em setembro

O Indicador Movimento do Comércio, que acompanha o desempenho das vendas no varejo em todo o Brasil, subiu 1,5% em setembro quando comparado a agosto na análise com ajuste sazonal, de acordo com os dados apurados pela Boa Vista SCPC. Na avaliação acumulada em 12 meses (outubro de 2016 até setembro de 2017 frente ao…

IBC-BR recua 0,38% em agosto e 1,0% no acumulado 12 meses

18 de outubro 2017 – Segundo o Banco Central, o indicador antecedente da atividade econômica (IBC-BR[1]) recuou 0,38% na comparação mensal contra o mês de julho (dados dessazonalizados). Considerando a variação acumulada em 12 meses, o ritmo de queda segue diminuindo: a leitura de agosto apresentou um recuo de 1,0% (após registrar queda de 1,4%…