Abertura da Copa do Mundo dia 12 de junho não deixará namorados no esquecimento, revela pesquisa da Boa Vista SCPC

Abertura da Copa do Mundo dia 12 de junho não deixará namorados no esquecimento, revela pesquisa da Boa Vista SCPC

Apesar da coincidência da abertura do campeonato Mundial de Futebol no Brasil com o Dia dos Namorados, em 12 de junho, a maioria dos consumidores não vai deixar o romantismo de lado: 66% declaram que irão comprar presente para o seu par. A constatação é da pesquisa da Boa Vista SCPC (Serviço Central de Proteção ao Crédito), realizada com o objetivo de sondar o comportamento de consumo relacionado ao Dia dos Namorados e em relação à Copa do Mundo.

Os consumidores brasileiros apontam aspectos positivos em relação à realização da Copa do Mundo no país. Segundo a pesquisa, 55% afirmam que a Copa trará algum ponto positivo, com destaque para Turismo (14%), melhor infraestrutura das cidades-sede (10%), visibilidade do país (8%) e crescimento econômico (6%).

A pesquisa também revelou que 47% dos consumidores planejam comemorar o Dia dos Namorados ao término do primeiro jogo da Copa. Como presente para seu par, a preferência da maioria (51%) são produtos de uso pessoal como roupas e calçados, e apenas 17% vão substituir esses e outros itens tradicionais por produtos alusivos à Copa.

Além disso, os gastos serão moderados: 67% dos entrevistados gastarão até R$ 200 com presentes para o Dia dos Namorados e a maioria (66%) vai pagar à vista, enquanto 34% pretendem parcelar sua compra. Os presentes serão comprados majoritariamente em lojas físicas (81%), em vez de serem comprados por meio do comércio eletrônico.

Consumo e otimismo na Copa

Em relação aos gastos durante a Copa do Mundo, a pesquisa da Boa Vista SCPC mostrou que 46% pretendem consumir itens relacionados à alimentação, como pipoca e salgadinhos, e 27% com bebidas em geral. Apenas 15% comprarão produtos relacionados à Copa, como camisetas, chaveiros, adereços etc.

A pesquisa revelou também que a Copa será um “programa família”: 71% dos consumidores assistirão aos jogos com seus familiares.

E o Brasil é o favorito para ficar com o título, embora a vantagem seja apertada. Segundo a pesquisa, 54% dos consumidores preveem que o Brasil será o campeão, mas 46% estão pessimistas quanto ao resultado da Seleção na Copa.

Copa do Mundo e economia brasileira

As opiniões sobre a situação da economia brasileira durante a Copa do Mundo estão divididas: 34% dos consumidores acreditam que a economia apresentará sinais de melhora durante o período, 32% afirmam que ela ficará igual e 35% dizem que a economia irá piorar. A percepção de piora é maior entre os consumidores da região Sul do país (41%) e menor no Norte (25%).

Mas, após a Copa do Mundo, a percepção é de que a economia brasileira irá piorar (52%), independentemente da classe social pesquisada.

Metodologia

A empresa utilizou a metodologia quantitativa para realização da coleta das informações, feita por meio de pesquisa eletrônica. O Universo da pesquisa é representado por consumidores que buscaram informações e orientações no site Consumidor Positivo da Boa Vista Serviços – www.consumidorpositivo.com.br, entre os dias 13 a 23 de maio de 2014. A amostra obtida foi de 972 respondentes. Para leitura geral dos resultados, deve-se considerar 95% de grau de confiança e margem de erro equivalente a 3%, para mais ou para menos.

Comentários

comentários