IPCA avança 0,26% em junho, após dois meses de deflação

O Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA)[1] avançou 0,26% no mês de junho. No acumulado em 12 meses houve evolução para 2,13%, 0,25 p.p. acima da variação observada em maio.  Com esse resultado, o indicador acumulou baixa de 0,11% no ano.

O grupo Alimentação e bebidas (0,38%) foi o que registrou maior impacto positivo sobre o índice geral no mês. Resultado do aumento dos preços observada nas carnes (1,19%) e no leite longa vida (2,33%). Os grupos Transportes e Artigos de Residência também tiveram destaque, apresentando avanço de 0,31% e 1,30% no período, respectivamente.

O aumento dos preços no grupo Transportes deveu-se, principalmente, a evolução de 3,24% na gasolina. Enquanto em Artigos de Residência as maiores contribuição positiva vieram dos Eletrodomésticos e equipamentos (2,92%) e dos Artigos de tv, som e informática (3,80%).

Por outro lado, o grupo Vestuário apontou a maior contribuição negativa do mês ao recuar 0,46%, com destaque para os itens roupas femininas, infantis e calçados e acessórios.

O indicador apresentou um resultado positivo da inflação no mês de junho, após em maio sofrer com a menor variação mensal para o IPCA desde agosto de 1998, contribuindo para acelerar a inflação na análise em 12 meses. Tal resultado ainda se encontra abaixo do intervalo mínimo da meta de 2020 e atinge a marca de 2,1% na análise em 12 meses. Com isto, a perspectiva é de que a inflação fique abaixo do intervalo mínimo da meta, encerrando o ano em torno de 1,63%, ainda sujeito a mais variações em função da pandemia de COVID-19.

 

 

 

 

[1] O IPCA considera famílias com rendimentos de 01 a 40 salários mínimos e abrange dez regiões metropolitanas do país, além dos municípios de Goiânia, Campo Grande e de Brasília.

 

 


Buscar por período:

TAGS

Posts relacionados

Reabertura com crédito

A flexibilização do comércio em diferentes regiões do Brasil traz incertezas na decisão de concessão de crédito. Diante deste cenário, a Boa Vista identificou um movimento de aceleração da adoção ao Cadastro Positivo pelas pequenas, médias e grandes empresas. Desde o início da pandemia, já somam mais de um milhão de consultas às soluções da…

IPCA avança 0,36% em julho, sendo o maior resultado para um mês de julho desde 2016

O Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) avançou 0,36% no mês de julho. No acumulado em 12 meses houve evolução para 2,31%, 0,18 p.p. acima da variação observada em junho.  Com esse resultado, o indicador acumulou alta de 0,46% no ano. O grupo Transportes (0,78%) foi o que registrou maior impacto positivo sobre o…

Pedidos de falência recuam 12,6% em julho

Os pedidos de falência caíram 12,6% em julho, na comparação com junho, segundo dados com abrangência nacional da Boa Vista. Mantida a base de comparação, os pedidos de recuperação judicial e as recuperações judiciais deferidas diminuíram 37,6% e 37,9%, respectivamente. Por outro lado, as falências decretadas registraram alta de 16,8% na variação mensal. Na análise…