Nota de crédito do BC: saldo retoma aceleração após 12 meses

Por Yan Cattani, economista da Área de Indicadores e Estudos Econômicos da Boa Vista SCPC  

Segundo o Banco Central, o estoque total de empréstimos e financiamentos foi de R$ 2.900,7 bilhões em setembro de 2014 após elevação 11,7% na comparação com o mesmo mês de 2013. O destaque ficou para a retomada de aceleração no saldo, que nos últimos 12 meses apresentou gradual desaceleração. Com este resultado, a relação crédito/PIB passa-se de 56,7% em agosto para 57,2% em setembro.

As concessões totais de crédito atingiram R$ 328 bilhões no mês, tendo registrado alta de 7,5% em setembro na comparação com agosto. No acumulado em 12 meses, as concessões cresceram 7,0%, desacelerando, portanto, quando comparado ao mês anterior, quando obteve alta de 7,4%, no mesmo tipo de análise.

Quadro 1: Saldo e Concessão

Saldo de Crédito

Concessão de Crédito

R$ Bilhões

MoM

12 Meses

R$ Bilhões

MoM

12 Meses

Crédito total

2.900,7

0,9%

11,7%

Concessão de crédito total

328,0

7,5%

7,0%

Recursos livres

1.534,3

0,7%

4,8%

Recursos livres

278,5

7,4%

6,8%

Pessoa Física

767,8

0,6%

5,1%

Pessoa Física

147,1

4,8%

11,6%

Pessoa Jurídica

766,5

0,9%

4,4%

Pessoa Jurídica

131,4

10,4%

1,9%

Recursos direcionados

1366,4

2,0%

20,6%

Recursos direcionados

49,6

8,1%

8,2%

Pessoa Física

592,7

1,4%

26,1%

Pessoa Física

22,6

6,0%

13,0%

Pessoa Jurídica

773,7

2,4%

16,8%

Pessoa Jurídica

27,0

9,9%

4,6%

 

A inadimplência do sistema financeiro registrou leve queda, passando de 3,1% para 3,0% em setembro. Nas operações com recursos livres, a inadimplência se manteve em 5,0%, enquanto nas operações com recursos ela foi de 0,9% após queda de 0,2 p.p. no período. Já a inadimplência das famílias com recursos livres permaneceu em 6,6%.

A taxa média de juros das operações de crédito do sistema financeiro foi de 21,0% em setembro, tendo registrado leve queda de 0,1 p.p. na comparação mensal e elevação de 1,5 p.p. em 12 meses.

 

 

 

 

Quadro 2:  Inadimplência, taxa de juros, spread e prazo

 

Inadimplência (%)

Taxa de Juros (%)

Spread (%)

Prazo Médio (Meses)

Total

3,0

21,0

12,7

104,6

Recursos livres

5,0

31,9

20,9

39,6

Pessoa Física

6,6

42,8

31,2

47,9

Pessoa Jurídica

3,6

22,8

12,3

32,5

Recursos direcionados

0,9

8,1

3,0

164,9

Pessoa Física

1,6

7,9

2,8

245,8

Pessoa Jurídica

0,5

8,3

3,2

105,7

 


Buscar por período:

TAGS

Posts relacionados

Pedidos de seguro-desemprego recuam 32% em junho na comparação mensal

O Ministério da Economia divulgou ontem os dados referentes ao movimento dos pedidos de seguro-desemprego. Em junho, o número de requerimentos ao seguro–desemprego foi 32% menor em relação ao mês anterior, contabilizando cerca de 653.160 pedidos na modalidade trabalhador formal. Já na comparação com junho do ano passado houve alta de 28,4%, registrando o quarto…

IPCA avança 0,26% em junho, após dois meses de deflação

O Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA)[1] avançou 0,26% no mês de junho. No acumulado em 12 meses houve evolução para 2,13%, 0,25 p.p. acima da variação observada em maio.  Com esse resultado, o indicador acumulou baixa de 0,11% no ano. O grupo Alimentação e bebidas (0,38%) foi o que registrou maior impacto…

Volume de serviços recua 0,9% em maio

Segundo a Pesquisa Mensal de Serviços (PMS) do IBGE divulgada hoje, o volume do setor de serviços recuo 0,9% na comparação com o mês anterior (dados dessazonalizados). Em relação ao mesmo mês do ano anterior, o indicador contraiu 19,4%. Com isto, o setor acumula baixa de 2,7% na análise em 12 meses. Nos resultados mensais…