Nota de crédito do BC: 2015 sofre forte desaceleração do crédito e aumento da inadimplência

Segundo o Banco Central, o estoque total de empréstimos e financiamentos atingiu R$3.217 bilhões em dezembro, o que corresponde a um aumento de 6,6% em doze meses, desacelerando 0,9 p.p. em relação a novembro e 4,5 p.p. com relação ao consolidado em 2014. Com este resultado, o crescimento do saldo de crédito atinge o piso histórico da série do BC, iniciada em março de 2007.

Com a relevante desaceleração do crescimento do crédito com recursos livres nos últimos meses, o crédito total foi mais uma vez sustentado pelos empréstimos e financiamentos referentes aos recursos direcionados. Apesar de manter ritmo de desaceleração, os recursos direcionados ainda crescem 9,8%, enquanto os recursos livres registram alta de 3,7%, ambos no acumulado em 12 meses.

Quadro 1: Saldo e Concessão

Saldo de Crédito Concessão de Crédito
R$ Bilhões MoM 12 Meses R$ Bilhões MoM 12 Meses
Crédito total 3,217 1,3% 6,6% Concessão de crédito total 342 14,6% -3,3%
Recursos livres 1,635 1,4% 3,7% Recursos livres 295 11,4% -0,7%
Pessoa Física 803 0,2% 2,5% Pessoa Física 152 3,9% 0,5%
Pessoa Jurídica 832 2,6% 4,8% Pessoa Jurídica 142 20,6% -2,1%
Recursos direcionados 1,581 1,2% 9,8% Recursos direcionados 47 39,6% -18,9%
Pessoa Física 803 1,1% 12,4% Pessoa Física 18 18,4% -18,9%
Pessoa Jurídica 706 1,4% 7,8% Pessoa Jurídica 29 56,8% -18,9%

 

Os índices de inadimplência do sistema financeiro apresentaram elevação frente aos resultados de novembro: a inadimplência total passou para 3,4%, o segmento livre obteve 5,3% e no segmento direcionado a inadimplência atingiu 1,4%. Em relação ao crédito livre às famílias, a inadimplência atingiu 6,1% enquanto nas operações com empresas registrou 4,5%.

A taxa média de juros total atingiu 29,8% a.a. em dezembro. Os juros de recursos livres ao consumidor caíram 1,1 p.p. no mês, atingindo os atuais 63,7% a.a.

Os spreads caíram 0,7 p.p. ante o resultado registrado no mês anterior, atingindo 18,7%.

 

Quadro 2:  Inadimplência, taxa de juros, spread e prazo médio do saldo

  Inadimplência (%) Taxa de Juros (%) Spread (%) Prazo Médio (Meses)
Total 3,4 29,8 18,7 114,1
Recursos livres 5,3 47,3 32,1 41,9
Pessoa Física 6,1 63,7 48,0 50,9
Pessoa Jurídica 4,5 30,0 15,3 34,7
Recursos direcionados 1,4 9,9 3,4 175,5
Pessoa Física 2,0 9,7 3,2 264,4
Pessoa Jurídica 0,9 10,1 3,5 107,2

 

 

 


Buscar por período:

TAGS

Posts relacionados

Para BC, atividade econômica continua a apresentar queda na análise 12 meses, apesar do avanço mensal de 1,1%

Comentários:                                                                                                             …

Volume de Serviços avança 2,9% em agosto, mas acentua queda na análise em 12 meses

  Comentários:                                                                                                           …

IPCA avança 0,64% em setembro, sendo o maior resultado para um mês de setembro desde 2003

Comentários: De acordo com o IBGE, o IPCA registrou alta de 0,64% no mês de setembro. No 3° trimestre houve elevação em 1,24% e no ano o índice aponta alta de 1,34%. O resultado acumulado em 12 meses é de alta em 3,14% e o boletim Focus da última segunda-feira (05/10) mostra que a mediana…