Nota de Política Monetária do BC: saldo de crédito desacelera em 12 meses

Segundo o Banco Central, o estoque total de empréstimos e financiamentos atingiu R$3.081,0 bilhões, o que corresponde a um aumento de 10,1% em doze meses, desacelerando, portanto 0,3 p.p. com relação a abril. Com este resultado, a relação crédito/PIB atingiu 54,4%, enquanto no mês passado esta relação era de 54,3%.

Com a relevante desaceleração de crescimento do crédito com recursos livres nos últimos meses, o crédito total foi mais uma vez sustentado pelos empréstimos e financiamentos referentes aos recursos direcionados, que mesmo com a desaceleração de 0,6 p.p. em abril, registrou alta de 16,5% em 12 meses.

A inadimplência do sistema financeiro atingiu nesta última aferição os mesmos 3,0% de abril. No segmento livre, a inadimplência foi de 4,7%, enquanto no direcionado registrou 1,2%. Em relação ao crédito livre às famílias, o índice atingiu 5,4%, enquanto nas operações com empresas subiu para 4,0%, frente aos 3,9% registrados em abril.

A taxa média de juros total atingiu 27,1% a.a. em maio. Os spreads, por sua vez, aumentaram 0,3 p.p. ante o resultado registrado no mês anterior, atingindo 17,4%. Os juros de recursos livres ao consumidor aumentaram 1,2 p.p. no mês, atingindo os atuais 57,3% a.a.

saldo1

 

saldo 2


Buscar por período:

TAGS

Posts relacionados

Pedidos de seguro-desemprego recuam 32% em junho na comparação mensal

O Ministério da Economia divulgou ontem os dados referentes ao movimento dos pedidos de seguro-desemprego. Em junho, o número de requerimentos ao seguro–desemprego foi 32% menor em relação ao mês anterior, contabilizando cerca de 653.160 pedidos na modalidade trabalhador formal. Já na comparação com junho do ano passado houve alta de 28,4%, registrando o quarto…

IPCA avança 0,26% em junho, após dois meses de deflação

O Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA)[1] avançou 0,26% no mês de junho. No acumulado em 12 meses houve evolução para 2,13%, 0,25 p.p. acima da variação observada em maio.  Com esse resultado, o indicador acumulou baixa de 0,11% no ano. O grupo Alimentação e bebidas (0,38%) foi o que registrou maior impacto…

Volume de serviços recua 0,9% em maio

Segundo a Pesquisa Mensal de Serviços (PMS) do IBGE divulgada hoje, o volume do setor de serviços recuo 0,9% na comparação com o mês anterior (dados dessazonalizados). Em relação ao mesmo mês do ano anterior, o indicador contraiu 19,4%. Com isto, o setor acumula baixa de 2,7% na análise em 12 meses. Nos resultados mensais…