Para BC, atividade econômica recuou 5,9% em março já influenciado pelo coronavírus

De acordo com o Banco Central, o indicador antecedente da atividade econômica (IBC-BR) recuou 5,9% em março na comparação mensal, de acordo com dados dessazonalizados. Com relação ao mesmo mês do ano passado houve queda de 1,52%. Na comparação acumulada do ano o indicador apresentou forte queda e registrou variação negativa de 5,55%.

Os dados do IBC-BR apresentavam um cenário de tímida recuperação da atividade econômica do país nos últimos anos. Contudo, as adversidades provocadas com a chegada do Covid-19 e as medidas restritivas a partir da segunda quinzena de março apresentam uma mudança de tendência para o indicador ao longo de 2020, com a desaceleração nos principais setores da economia.

A variação mensal resultou da tendência apontada pelas demais pesquisas dos setores de atividade econômica divulgadas pelo IBGE: Pesquisa Industrial Mensal, Pesquisa Mensal do Comércio e Pesquisa Mensal de Serviços apresentaram contração no período, de 9,1%, 2,5% e 6,9% respectivamente.

 


Buscar por período:

TAGS

Posts relacionados

Empresas fontes têm papel fundamental na consolidação das informações que compõem Cadastro Positivo

Desde que o Cadastro Positivo passou a receber automaticamente, há pouco mais de um ano, informações de pagamento e dados cadastrais dos consumidores (pessoa física e pessoa jurídica), o Brasil aponta para uma nova perspectiva de desenvolvimento econômico. No entanto, para que possa beneficiar um número maior de consumidores, é preciso que mais empresas fontes…

Maioria das empresas está otimista com vendas da Black Friday em 2020

66% das empresas acreditam que as vendas da Black Friday em 2020 serão iguais ou superiores às de 2019, de acordo com pesquisa realizada pela Boa Vista, empresa que aplica inteligência analítica na transformação de informações para a tomada de decisões em concessão de crédito e negócios em geral, com 600 representantes dos setores do…