Para BC, atividade econômica recuou 9,7% em abril, maior queda desde o início da série histórica

De acordo com o Banco Central, o indicador antecedente da atividade econômica (IBC-BR[1]) recuou 9,7% em abril na comparação mensal, de acordo com dados dessazonalizados. Com relação ao mesmo mês do ano passado houve queda de 15,1%. Na comparação acumulada do ano o indicador apresentou desaceleração e registrou variação negativa de 4,15%.

Os dados do IBC-BR apresentavam um cenário de tímida recuperação da atividade econômica do país nos últimos anos. Contudo, as adversidades provocadas com a chegada do Covid-19 e as medidas restritivas a partir da segunda quinzena de março apresentam uma mudança de tendência para o indicador ao longo de 2020, com a desaceleração nos principais setores da economia.

A variação mensal resultou da tendência apontada pelas demais pesquisas dos setores de atividade econômica divulgadas pelo IBGE: Pesquisa Industrial Mensal, Pesquisa Mensal do Comércio e Pesquisa Mensal de Serviços apresentaram contração no período, de 18,8%, 16,8% e 11,7% respectivamente.

[1] O IBC-BR é considerado o indicador antecedente do PIB


Buscar por período:

TAGS

Posts relacionados

Confiança do Consumidor volta a apresentar queda, interrompendo cinco meses de avanço

Comentários:                                                                                                          Segundo a Fundação Getúlio Vargas, o Índice de Confiança do Consumidor (ICC) atingiu 82,4 pontos em outubro recuando 1,2% contra setembro, na série livre de influências sazonais. O Índice de Situação Atual (ISA) apresentou baixa de 0,3%, enquanto o de Expectativas (IE) caiu 1,4% nesta mesma base de comparação. Em relação ao mesmo…

Para BC, atividade econômica continua a apresentar queda na análise 12 meses, apesar do avanço mensal de 1,1%

Comentários:                                                                                                             …

Volume de Serviços avança 2,9% em agosto, mas acentua queda na análise em 12 meses

  Comentários:                                                                                                           …