PNAD: Taxa de desemprego atinge 8,3% no 2º trimestre de 2015

De acordo com o IBGE, a taxa de desemprego no 2º trimestre do ano atingiu 8,3%, registrando um aumento de 0,4 p.p. em relação ao 1º trimestre de 2015.  Na comparação contra o mesmo trimestre de 2014, a taxa de desocupação era de 6,8%.

A taxa de desemprego apresentou elevação em todas as regiões do país, na comparação do 2º trimestre do ano frente ao mesmo período de 2014. Nordeste (saiu de 8,8% para atuais 10,3%), Norte (após elevação de 1,3 p.p. chega a 8,5%), Sudeste (registrara 6,9%, e agora 8,3%), Centro-Oeste (passou de 5,6% para 7,4%) e Sul (de 4,1% para 5,5%).

Os dados apresentam coerência com relação à Pesquisa Mensal de Emprego, divulgada semana passada pelo IBGE, uma vez que houve considerável aumento do desemprego nas duas pesquisas. Enquanto a PME é uma pesquisa restrita às regiões metropolitanas, com maior adensamento urbano e populacional, a PNAD acaba captando melhor características regionais e em locais com menores populações, contemplando 3.500 municípios aproximadamente, entre outras particularidades.

Em suma, a queda do consumo e a busca de redução de custos têm gerado aumento das demissões por parte das empresas, enquanto as famílias estão à procura de complementos na renda, o que por sua vez aumenta a parcela da população em busca de emprego. Tendo em vista este cenário, estimamos que a taxa de desemprego medida pela PNAD alcance taxa próxima a 12% no final do ano.

pnad

Posts relacionados

Inadimplência do consumidor cai 2,4% em novembro

A inadimplência do consumidor caiu 2,4% em novembro na avaliação mensal com ajuste sazonal, de acordo com dados nacionais da Boa Vista SCPC. Já nos valores acumulados em 12 meses (dezembro de 2016 até novembro de 2017 frente aos 12 meses antecedentes) houve retração 3,5%. Quando comparado o resultado contra o mesmo mês de 2016,…

Produção Industrial registra crescimento de 0,2% em outubro e 1,5% em 12 meses

Dados divulgados hoje pelo IBGE revelam que a Pesquisa Industrial Mensal (PIM) registrou crescimento de 0,2% em outubro, considerando a comparação mensal (série com ajuste sazonal). Considerando os últimos 12 meses, a recuperação ganhou mais consistência, uma vez que sua leitura foi de 0,4% para 1,5% entre os meses de setembro e outubro. Na comparação…

Cresce fatia dos que utilizarão o 13º salário para pagar contas de início de ano e poupar

  Dos mais de mil entrevistados pela Boa Vista SCPC, em sua pesquisa online sobre hábitos de consumo para o Natal e Fim de Ano, 75% dos respondentes afirmaram que receberão o 13º salário. Destes, 37% disseram que utilizarão a renda extra para quitar dívidas, o que representa uma queda de 19 pontos percentuais (p.p.)…