Produção Industrial avança 13,1% em junho

Dados divulgados hoje pelo IBGE revelam que a Pesquisa Industrial Mensal – Produção Física (PIM-PF) registrou em junho alta de 13,1% na comparação mensal ajustada sazonalmente. O resultado ocorre após a queda expressiva de 11,0% em maio durante a greve dos caminhoneiros.

No acumulado em 12 meses a atividade industrial cresceu 3,2%.  Na comparação com junho do ano passado, a atividade subiu 3,5%. No primeiro semestre o indicador registrou crescimento de 2,3%.

Segundo a análise mensal dessazonalizada, a indústria de transformação cresceu em comparação com maio (14,4%). Dentre os ramos industriais houve alta da atividade em 22 dos 26 pesquisados, sendo os principais destaques positivos:  Veículos automotores, reboques e carrocerias (47,1%) e produtos alimentícios (19,4%). A atividade apresentou queda apenas nos ramos de farmoquímicos e farmacêuticos (-0,1%), impressão e reprodução de gravações (-1,8%) e outros equipamentos de transporte (-10,7%), sendo esta última a maior queda do mês.

pim-junDentre as grandes categorias, o desempenho positivo alcançou todos os grupos: Bens de Capital (25,6%), Bens Intermediários (7,4%) e Bens de Consumo (19,8%).

O movimento de junho aponta o maior crescimento mensal desde o início da série histórica, contribuindo para reverter as perdas apresentadas durante as paralisações dos caminhoneiros. Os resultados mostram alta expressiva entre as grandes categorias econômicas, em especial da categoria de bens de consumo duráveis, que foi influenciada principalmente pela maior produção de automóveis.

Posts relacionados

Grandes empresas devem investir mais em 2019

São as grandes empresas (51%) as que devem investir mais em seus próprios negócios em 2019, na comparação com 2018. A constatação é da Pesquisa Perspectiva Empresarial realizada pela Boa Vista, ao longo do 4º trimestre do ano passado, com mais de mil empresários, de todo o país. Porém é entre os microempresários que se…

Movimento do Comércio cai 0,5% em fevereiro

O Indicador Movimento do Comércio, que acompanha o desempenho das vendas no varejo em todo o Brasil, caiu 0,5% em fevereiro na comparação mensal dessazonalizada, de acordo com dados apurados pela Boa Vista. Na avaliação acumulada em 12 meses, o indicador subiu 1,3%. Já na variação contra fevereiro do ano anterior o varejo cresceu 3,8%….

O que levar em conta ao realizar uma compra à vista ou a prazo?

A maioria dos educadores financeiros afirma que pagar à vista uma compra é a melhor prática para quem deseja manter o controle de suas finanças, porque assim evita dívidas futuras. No entanto, essa decisão depende da análise de inúmeros fatores, por isso, para contribuir com a análise do consumidor no momento da sua tomada de…





Indicadores

Indicadores

Estudos Econômicos

Estudos Economicos

Blog do Economista

Blog do Economista Boa Vista Serviços