Volume de serviços acompanha varejo e registra fraco desempenho em agosto

Segundo a Pesquisa Mensal de Serviços (PMS) do IBGE divulgada hoje, o volume do setor de serviços recuou 0,2% na comparação com o mês anterior (dados dessazonalizados). Em relação ao mesmo mês do ano anterior, o indicador caiu 1,4%. Com isto, o setor acumula alta de 0,5% no ano, contra o mesmo período do ano passado, e de 0,6% em 12 meses.

Nos resultados mensais com ajuste sazonal, registraram queda as atividades de transportes, serviços auxiliares aos transportes e correio (-0,9%), outros serviços (-2,7%) e de serviços prestados às famílias (-1,7%).

Apresentaram alta, por outro lado, os segmentos de serviços de informação e comunicação (0,4%) e os profissionais, administrativos e complementares (0,5%).

Em termos regionais, houve queda mensal em 19 das 27 unidades da federação. Entre os principais resultados negativos, destaque para São Paulo (-1,0%), Rio de Janeiro (-0,9%) e Distrito Federal (-3,3%). Por outro lado, os principais resultados positivos vieram de Espírito Santo (2,8%) e da Bahia (1,3%).

Por fim, foi observado crescimento da receita nominal de 3,9% nos últimos 12 meses. No mês de agosto, portanto, o indicador teve leve queda de 0,1%, de acordo com dados dessazonalizados.

Assim como aconteceu com o varejo, o resultado de agosto do volume de serviços também ficou um pouco aquém do esperado, contribuindo para desacelerar a recuperação do setor observada a partir da análise em 12 meses. Tal desempenho, no entanto, pode ter sido influenciado pelo fraco crescimento da renda, pela alta no endividamento e a situação do mercado de trabalho no país, que representam obstáculos ao consumo e a uma retomada mais robusta dos serviços para o resto do ano.


Buscar por período:

TAGS

Posts relacionados

Produção Industrial cresce 0,5% em fevereiro

Dados divulgados hoje pelo IBGE revelam que a Pesquisa Industrial Mensal – Produção Física (PIM-PF) avançou 0,5% em fevereiro, na comparação mensal ajustada sazonalmente. Já referente ao acumulado dos últimos doze meses, a atividade industrial recuou 1,2%. No acumulado de 2020, o setor também registrou queda de 0,6% em relação ao mesmo período do ano…

pagamento de dívidas

Demanda por Crédito do Consumidor avança 0,6% em fevereiro

A Demanda por Crédito do Consumidor avançou 0,6% em fevereiro na comparação com janeiro, já descontadas as influências sazonais, de acordo com dados nacionais da Boa Vista. Na comparação com fevereiro de 2019, o indicador cresceu 1,8%. Já no acumulado em 12 meses, houve avanço de 2,7%. Considerando os segmentos que compõem o indicador, o…

PNADC: Taxa de desemprego atinge 11,6% em fevereiro

De acordo com a Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua (PNADC) do IBGE, a taxa de desemprego avançou para 11,6% no trimestre móvel encerrado em fevereiro. Estando 0,4 p.p. acima do registrado no mês anterior e 0,8 p.p. menor com relação ao mesmo período do ano passado (12,4%). Em termos absolutos, a população desocupada…