Volume de serviços recua 0,8% em julho

Segundo a Pesquisa Mensal de Serviços do IBGE, o volume de serviços apresentou queda de 0,8% em relação ao mês anterior (dados dessazonalizados).

xxxA categoria de serviços prestados às famílias foi a única a apresentar crescimento (0,9%). Os demais grupos apresentaram as seguintes quedas: Outros Serviços (-2,8%); Serviços profissionais, administrativos e complementares (-2,0%); Transportes, serviços auxiliares dos transportes e correio (-0,9%) e Serviços de informação e comunicação (-0,8%).

 

Segundo o IBGE, no que tange os resultados regionais, as principais retrações foram observadas nos seguintes estados: Mato Grosso (-7,0%), Espírito Santo (-6,0%) e Tocantins (-5,3%). Em sentido oposto, os destaques positivos foram: Rondônia (2,0%), Mato Grosso do Sul (0,8%), Amazonas (0,8%), Goiás (0,7%) e Rio Grande do Norte (0,7%).

xxx

Dessa forma, é possível observar que, ao contrário do mês anterior, em que 80,0% dos setores cresceram (conforme o gráfico do índice de difusão), ou seja, quatro dos cinco setores apresentaram elevação, a leitura de julho recuou bastante, dado que fora de apenas 20,0%.

Considerando a variação acumulada em 12 meses, a leitura de julho apontou um recuo de 4,6%, não revelando ainda grandes melhoras do setor, uma vez que não há alterações significativas na curva desde março de 2016.

xxx

Pode-se dizer, portanto, que a recuperação do setor de Serviços continua no campo da incerteza, uma vez que não é possível observar uma tendência mais concreta de melhora.

As tabelas abaixo apresentam os principais números da PMS de julho.

xxx

Posts relacionados

Movimento do Comércio sobe 0,4% em outubro

O Indicador Movimento do Comércio, que acompanha o desempenho das vendas no varejo em todo o Brasil, subiu 0,4% em outubro quando comparado a setembro na análise com ajuste sazonal, de acordo com os dados apurados pela Boa Vista SCPC (Serviço Central de Proteção ao Crédito). Na avaliação acumulada em 12 meses (novembro de 2016…

34% dos consumidores dizem não ter controle dos ganhos e gastos

Para investigar os hábitos sobre controle orçamentário e fontes de informações sobre o tema, a Boa Vista SCPC realizou uma pesquisa inédita com aproximadamente 1200 consumidores, de todo o Brasil, e constatou que 34% dos entrevistados não controlam o quanto ganham e gastam no mês. Realizada entre os meses de maio e julho, a pesquisa…

Percentual de cheques devolvidos atinge 1,70% em outubro

O número de cheques devolvidos (segunda devolução por falta de fundos) como proporção do total de cheques movimentados[1] foi de 1,70% em outubro, registrando considerável redução em relação ao mesmo mês do ano anterior (-0,76 p.p.). Na comparação mensal, o percentual de cheques devolvidos sobre movimentados diminuiu frente ao mês de setembro (quando o nível…