Comentários:                                                                                                         

  • Segundo a Fundação Getúlio Vargas, o Índice de Confiança do Consumidor (ICC) atingiu 75,8 pontos em janeiro recuando 3,4% contra dezembro, na série livre de influências sazonais.

  • O Índice de Situação Atual (ISA) apresentou baixa de 2,3%, enquanto o de Expectativas (IE) caiu 4,1% nesta mesma base de comparação.

  • Em relação ao mesmo período do ano passado (comparação interanual), o ICC, o ISA e o IE registraram recuos de 14,9%, 12,8% e 15,5%, respectivamente.



Perspectivas:

  • A confiança do consumidor, no mês de janeiro, confirma o quarto recuo mensal consecutivo da série. Vale ainda ressaltar que esse movimento de queda interrompeu uma sequência de recuperação que se estendeu de maio a setembro, quando o índice marcava 83,4 pontos. Desde lá, o índice caiu 9,1%.

  • O cenário ainda é incerto e isso, logicamente, afeta a confiança do consumidor. Dúvidas relacionadas à volta de medidas, mais restritivas, de isolamento, bem como, o fim do auxílio emergencial, se sobrepõe ao início da imunização da população, ainda que a recuperação do indicador esteja condicionada a efetividade da campanha de vacinação, sendo este o principal pilar da confiança para os próximos meses.