Dicas para economizar no presente de Dia das Crianças

O Dia das Crianças, uma das principais datas comerciais do ano, está chegando, e boa parte dos pais não quer que a data passe em branco. E por se tratar do Dia das Crianças, os brinquedos costumam ser os principais pedidos dos pequenos, o que pode representar um obstáculo para o orçamento do mês feito pelos pais.

A Boa Vista recomenda uma série de dicas para que o consumidor possa comprar o presente certo sem comprometer as finanças do mês.

Desejos dos filhos

O consumidor deve saber o que a criança quer. O indicado é conversar com ela e, caso o desejo seja algo impossível para o bolso, tentar explicar para ela as condições financeiras da família.

Uma boa dica é perguntar à criança se há outros brinquedos que ele desejaria ganhar e checar qual deles se encaixa no orçamento do mês.

Pesquisa de preços

Sabendo o que vai comprar, é hora do consumidor fazer uma pesquisa de preços em lojas físicas e online. O preço pode mudar muito de uma loja para outra e a pesquisa pode ajudar a economizar na hora da compra.

Na compra online é possível encontrar preços menores, mas há o custo do frete, por isso o consumidor deve verificar se compensa ou não.

Ainda sobre compra online, é fundamental comprar com antecedência e verificar se a loja irá entregar o presente antes do Dia das Crianças.

Saber quanto pode gastar

Esta regra deve ser cumprida fielmente para não estourar o orçamento. Se o consumidor não determinar o valor que quer gastar poderá se deixar levar por adquirir algo mais caro.

Se for pagar em dinheiro, é bom o consumidor sair de casa com o valor estabelecido. Se preferir usar o cartão de débito ou de crédito, é importante ter em mente que não se deve gastar além do que se pode.

Não deixar para última hora

Não deixar para comprar o presente na semana do Dia das Crianças é bastante importante. Do contrário, talvez o consumidor já não encontre o que deseja, e é comum os preços dos brinquedos subirem nos dias que antecedem a data.

Não leve a criança na compra

Mesmo que ela já tenha escolhido o que quer ganhar, comprar o presente do Dia das Crianças sem ela por perto é uma opção melhor. Levando a criança, a pesquisa de preços pode ficar comprometida, já que pode pedir um presente mais caro, e os pais podem acabar cedendo.

Custos adicionais

Não se deve esquecer que alguns brinquedos têm um custo adicional. Por exemplo: um item que só funciona com pilhas ou baterias, que também deverão ser compradas. Ou um videogame, que necessariamente precisará ter o jogo. De novo, o consumidor deve ter cuidado com o orçamento. Estes custos extras devem compor o valor determinado para a compra do presente.

Pagando o presente

Na hora de pagar, o consumidor deve pedir desconto, principalmente se o pagamento for à vista. Se a opção for o parcelamento, é preciso ter a certeza de que os valores mensais não irão fazer falta no orçamento doméstico e lembrar-se de que o fim do ano está chegando, e os gastos deverão ser maiores com as festas, presentes e férias.

Não compre brinquedos piratas

Eles são muito mais baratos que os que têm selo do Inmetro, mas podem comprometer a segurança e a saúde da criança. Muitos são produzidos até mesmo com matéria-prima tóxica.

Diversão

Se no momento o consumidor não tem condições financeiras para comprar um presente, é válido explicar a situação financeira da família para a criança. Se for possível, uma boa alternativa é combinar que a data pode ser comemorada com um passeio gratuito no parque, uma sessão de cinema, uma visita a um museu, um piquenique, etc.

Para ler outras dicas de Educação Financeira acesse: www.consumidorpositivo.com.br


Buscar por período:

TAGS

Posts relacionados

Sampa Week: Boa Vista oferece condições especiais para empresas e consumidores

Para comemorar o aniversário de 466 da cidade de São Paulo, neste sábado, dia 25, a Associação Comercial de São Paulo – ACSP lançou a Sampa Week. A campanha, que acontece até 31 de janeiro, une empresários, comerciantes e prestadores de serviços com descontos e promoções especiais. A Boa Vista, parceira da ACSP, não poderia…

[PESQUISA] Cresce a percepção de melhora da situação financeira entre consumidores inadimplentes

Cresceu de 24% para 26% o número de consumidores inadimplentes que veem uma melhora da situação financeira na comparação do 2º semestre de 2019 com o mesmo período de 2018. Os dados são da pesquisa Perfil do Consumidor, realizada pela Boa Vista durante os últimos seis meses de 2019, com mais de 2.100 consumidores em…

Número de novas empresas sobe 18,1% em 2019

O número de novas empresas cresceu 18,1% em 2019 frente ao ano anterior, segundo levantamento da Boa Vista, com abrangência nacional. No 4° trimestre houve queda de 15,2% em relação ao trimestre passado. Já na comparação com o mesmo trimestre de 2018, o indicador apresentou crescimento de 17,8%. Forma jurídica Na classificação por forma jurídica,…