Vendas no varejo em fase de estagnação

Por José Valter Martins de Almeida, da RC Consultores

Indicador do Comércio divulgado pela Boa Vista, referente à maio, mostra que houve alta nas vendas reais no varejo de 0,9% na comparação interanual (mai13/mai12), mas a tendência em 12 meses segue desacelerando, atingindo 4,6% , contra 7,2% no registrado em maio de 2012. O resultado acumulado no ano contra o mesmo período do ano anterior foi de 1,9%, ante 2,2% registrado até abril.

Esses dados reforçam os da Pesquisa Mensal do Comércio – PMC – do IBGE que no mesmo período praticamente ficou estável em relação a abril. Embora ainda tenhamos uma expansão da massa real de rendimentos e um crescimento do crédito à pessoa física, o comprometimento elevado da renda familiar, inflação elevada e um ciclo de aumento de juros indica uma estagnação de vendas ao varejo. A RC Consultores estima que o volume de vendas do comércio varejista aumente 3,5% em 2013, contra um aumento de 8,4% em 2012.

Ed.226


Buscar por período:

TAGS

Posts relacionados

Demanda por crédito do consumidor avança 1,2% em janeiro

A demanda por crédito do consumidor avançou 1,2% em janeiro na comparação com dezembro, já descontadas as influências sazonais, de acordo com dados nacionais da Boa Vista. Na comparação com janeiro de 2019, o indicador recuou 2,1%. Já no acumulado em 12 meses, houve avanço de 3,3%. Considerando os segmentos que compõem o indicador, o…

Dicas de como proteger os documentos no carnaval

No carnaval, infelizmente são muito comuns os furtos de documentos, cartões e celulares. Então, se o consumidor quer ir para a folia em lugares abertos e com muita gente, é preciso ficar atento. A Boa Vista oferece algumas dicas para que o consumidor possa aproveitar o carnaval com mais segurança e para tentar evitar algum…

Consumidores com aumentos frequentes em operações de crédito são mais propensos à inadimplência

Recuperação de crédito recua 3,9% em janeiro

O indicador de recuperação de crédito – obtido a partir da quantidade de exclusões dos registros de inadimplentes da base da Boa Vista – registrou queda de 3,9% em janeiro contra dezembro, já descontados os efeitos sazonais. No acumulado em 12 meses (fevereiro de 2019 a janeiro de 2020), o indicador recuou 2,9%. Já em…