Cresce em quase 20 pontos percentuais pais que poupam para os filhos, aponta pesquisa

Aumentou de 42% para 59%, em comparação ao ano passado, o total de consumidores que afirmam poupar para os filhos, segundo pesquisa da Boa Vista SCPC feita com cerca de 1.060 respondentes, de todo o Brasil, com o intuito de identificar a percepção dos consumidores quanto à importância da educação financeira para crianças e adolescentes. Destes, 61% optam por guardar essas economias na poupança. Aplicações em fundos, ações ou CDB tiveram um crescimento de 3p.p. (pontos percentuais) em comparação a 2016. Outros 8% aplicam em Previdência Privada e 6% em Títulos de Capitalização. A imagem abaixo contém os detalhes.

diadascriancasedfinanceira1

Ainda de acordo com a pesquisa, 85% dos consumidores acreditam ser muito importante que as crianças e adolescentes recebam orientação financeira. E na prática, para que isso aconteça, 65% afirmam que costumam conversar e explicar às crianças o que é, como se ganha e para que serve o dinheiro.

O percentual de crianças que aprendem sobre este tema nas escolas ainda é muito baixo, apenas 3%. Já 32% dizem que estimulam a criança a economizar a mesada ou a semanada, ou seja, que explicam a importância de se utilizar estes recursos com responsabilidade.

A pesquisa da Boa Vista SCPC identificou ainda que, em média, 22% dos consumidores costumam dar mesada ou semanada. Entre 2016 e 2017, este percentual aumentou em 6p.p. e passou de 17% para 23%.

96% dos consumidores que adotam a prática da mesada utilizam o dinheiro. Apenas 4% adotam o cartão pré-pago ou o cartão de crédito adicional, e destes, 56% consideram o cartão uma boa ferramenta para organização das despesas. 44% acreditam que o uso do cartão ajuda a controlar da melhor forma os gastos dos filhos.

55% adotam a mesada ou semanada para estimular a educação financeira nas crianças. 27% adotam esta iniciativa para prover recursos para a compra de alimentação/lanches e 18% como uma forma de recompensa por comportamento.

53% conseguem poupar mais de R$ 50 por mês, para os filhos. Sendo que 60% destas economias serão utilizadas no futuro, para ajudar nos estudos, faculdade, por exemplo; 19% para a compra da casa própria e 12% para outras finalidades como, realizar a viagem dos sonhos (2%), aposentadoria complementar (7%) e situações de emergência (3%).

Metodologia

A sondagem sobre a importância da Educação Financeira para jovens e adolescentes, da Boa Vista SCPC, foi realizada de modo online com 1056 consumidores, em nível nacional, entre 28 de agosto a 8 de setembro. A pesquisa tem o objetivo identificar a percepção dos consumidores quanto à importância da educação financeira para crianças e adolescentes. Para leitura dos resultados, considera-se margem de erro de 3p.p e 95% de grau de confiança.

Comentários

comentários

Posts relacionados

Inadimplência do consumidor cai 2,4% em novembro

A inadimplência do consumidor caiu 2,4% em novembro na avaliação mensal com ajuste sazonal, de acordo com dados nacionais da Boa Vista SCPC. Já nos valores acumulados em 12 meses (dezembro de 2016 até novembro de 2017 frente aos 12 meses antecedentes) houve retração 3,5%. Quando comparado o resultado contra o mesmo mês de 2016,…

Produção Industrial registra crescimento de 0,2% em outubro e 1,5% em 12 meses

Dados divulgados hoje pelo IBGE revelam que a Pesquisa Industrial Mensal (PIM) registrou crescimento de 0,2% em outubro, considerando a comparação mensal (série com ajuste sazonal). Considerando os últimos 12 meses, a recuperação ganhou mais consistência, uma vez que sua leitura foi de 0,4% para 1,5% entre os meses de setembro e outubro. Na comparação…

Cresce fatia dos que utilizarão o 13º salário para pagar contas de início de ano e poupar

  Dos mais de mil entrevistados pela Boa Vista SCPC, em sua pesquisa online sobre hábitos de consumo para o Natal e Fim de Ano, 75% dos respondentes afirmaram que receberão o 13º salário. Destes, 37% disseram que utilizarão a renda extra para quitar dívidas, o que representa uma queda de 19 pontos percentuais (p.p.)…