Educação financeira: como economizar nas férias escolares

Férias escolares, período do ano aguardado com ansiedade pelos estudantes, e muitas vezes sinônimo de surpresas no orçamento para as famílias. Em épocas como essa, um dos cuidados que o consumidor precisa ter é planejar com antecedência o roteiro a ser adotado, listando passeios e alternativas divertidas e econômicas. Para ajudar nesta tarefa, a Boa Vista preparou as dicas abaixo que podem fazer toda a diferença.

1- Visite os parques da cidade
Um dia ao ar livre conhecendo os parques da cidade pode ser uma ótima oportunidade para entreter as crianças, e fazer um piquenique em meio ao verde.

2- Faça um roteiro Cultural
Procure em sites especializados ou em portais de notícias da sua cidade quais as atrações culturais para o período de férias.

3- Cinema em casa
Crianças adoram filmes e animações e o mês de julho é sempre repleto de lançamento, Cinema não é um programa muito caro, mas é importante fazer as contas antes de escolher esse lazer, considerando, além do preço dos ingressos, transporte, estacionamento, e todos os gastos necessários. Às vezes a entrada tem desconto (veja se você paga meia, se existem promoções, etc), mesmo assim, se ir ao cinema não couber no seu bolso, uma boa sugestão é pegar uma telinha em casa mesmo, com a programação da TV ou da internet.

4- Vai viajar? Planejamento é fundamental
Se você vai aproveitar o período para uma viagem em família, pesquise com antecedência destinos e hospedagem. Dê preferência a destinos menos procurados nesta época do ano. Para hospedagem, uma boa opção pode ser o aluguel de imóveis por temporada. Se for de carro não se esqueça de realizar as manutenções necessárias, o roteiro que farão na cidade e assim já planeje os gastos, como os pedágios etc. Se for de avião, verifique a possibilidade de conversão dos pontos do cartão de crédito em milhas.

5- Incentive a leitura
As bibliotecas públicas e livrarias costumam ter uma programação especial nas férias escolares. Se seus pequenos gostam de ler vão amar o convite; se não, está aí uma ótima oportunidade de criar o gosto pela literatura.

6- Tenha uma poupança para emergências
Mesmo com todos os cuidados possíveis, não há como prever pequenos incidentes que podem ocorrer durante este período. Ter uma poupança de emergência ajuda sua família a não se apertar diante de um imprevisto.

Organizar-se financeiramente é possível, mas é necessário ter disciplina e anotar gasto por gasto. Disciplina que também deve ser mantida nas férias. Caso você e sua família ainda não tenham o hábito de controlar as despesas da casa, esse período com mais tempo livre e na companhia de todos pode ser o momento para começar o planejamento financeiro familiar.

Quer mais uma dica? No site www.consumidorpositivo.com.br, da Boa Vista, é fácil encontrar informações de como fazer um orçamento doméstico. Nele há uma sugestão de planilha, uma forma simples de acompanhar as despesas e o que entra e sai de dinheiro todo mês, inclusive nas férias.


Buscar por período:

TAGS

Posts relacionados

Resultado do PIB revela queda de 1,5% no primeiro trimestre

Os dados do PIB do 1º trimestre, divulgados hoje pelo IBGE, reforçaram o cenário de fragilização da atividade econômica. No primeiro trimestre de 2020, o produto recuou 1,5% na comparação com os três últimos meses do ano passado, de acordo com dados dessazonalizados, interrompendo uma sequência de quatro trimestres de crescimentos consecutivos. Na comparação com…

Consumidores com aumentos frequentes em operações de crédito são mais propensos à inadimplência

Demanda por Crédito do Consumidor cai 24,4% em abril

A Demanda por Crédito do Consumidor recuou 24,4% em abril na comparação com março, já descontadas as influências sazonais, de acordo com dados nacionais da Boa Vista. No acumulado do ano o indicador caiu 11,7% contra o mesmo período do ano passado. Já no acumulado em 12 meses, o indicador passou para o campo negativo…

PNADC: Taxa de desemprego atinge 12,6% em abril

De acordo com a Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua (PNADC) do IBGE, a taxa de desemprego avançou para 12,6% no trimestre móvel encerrado em abril. Estando 0,4 p.p. acima do registrado no mês anterior e 0,1 p.p. maior em relação ao mesmo período do ano passado (12,5%). Em termos absolutos, a população desocupada…