Em ano de pandemia, Boa Vista amplia eficiência e tem 4º trimestre com elevação em receita de analytics e EBITDA ajustado

  • Destaque para o crescimento em 2020, versus 2019, de 19% nas receitas com Soluções Analíticas, alcançando mais da metade da receita líquida total da Companhia, de R$ 630 milhões;
  • Receita líquida cresceu 11% no último período de 2020, versus o registrado no trimestre anterior; EBITDA ajustado foi 43,5% maior no mesmo intervalo de tempo; Manutenção do EBITDA anual, com incremento de Margem EBITDA em 2,2pp. a despeito dos desafios em receita;
  • Otimização da compra e utilização de dados permitiram o aumento de investimento em produtos, que totalizou o 4º trimestre em R$ 11,3 milhões, novo patamar, que será acrescido do Centro de Excelência em Analytics no ano de 2021. Foram investidos R$ 25,3 milhões em produtos em 2020;
  • Eficiência é atestada pela elevação do indicador de EBITDA ajustado menos CAPEX, de 353,5%, na comparação entre o 4º e o 3º trimestre e de 34,5% ano contra ano, mesmo em tempos de crise;
  • Lucro líquido ajustado dos efeitos não recorrentes apresentou no 4º trimestre crescimento de 55,3% frente ao ano anterior e estabilidade no acumulado do ano;
  • Números consideram 10 dias de operação da Acordo Certo após a sua aquisição pela Boa Vista, em dezembro; em março de 2021, Companhia fez sua segunda aquisição pós-IPO, a da Konduto, especializada em antifraude para e-commerce.

 

A Boa Vista, empresa que aplica inteligência analítica de ponta na transformação de informações para a tomada de decisões em concessão de crédito e negócios em geral, divulgou hoje seus resultados do 4º Trimestre de 2020. Eles consolidam também o primeiro resultado anual (2020) da companhia depois da realização de seu IPO, em setembro passado, o que a tornou a primeira empresa de seu setor listada no Novo Mercado da B3, nível de maior governança corporativa da maior bolsa de valores da América Latina.

“Neste ano de incertezas, em que muitos de nossos clientes tiveram crescimento negativo, trabalhamos em conjunto e com grande proximidade a eles para desenvolver ferramentas analíticas que, conjugando informações internas dos nossos próprios clientes, nossos dados proprietários e dados do mercado, melhoraram a capacidade decisória das companhias em um ambiente econômico hostil. Nosso crescimento no segmento de Soluções Analíticas comprova que a nossa estratégia de priorizar este segmento foi acertada”, diz o CEO da Boa Vista, Dirceu Gardel.

Em 2020, comparado a 2019, as Soluções Analíticas cresceram 19%, atingindo R$ 333 milhões, alcançando, pela primeira vez, mais da metade da receita líquida da Companhia. No 4º trimestre de 2020, a receita liquida com a linha de Serviços para Decisão (que inclui as Soluções Analíticas) das empresas que os adquirem cresceu 7,2%, em comparação com o trimestre anterior. Em 2020 como um todo (versus 2019) e na comparação do obtido no 4º trimestre com o mesmo período do ano anterior, os Serviços para Decisão registraram estabilidade em receita líquida. Isso se deveu principalmente pelos impactos da pandemia sobre outro serviço que compõe esta linha, as Soluções de Marketing — que decresceu 17,7% ano contra ano devido a menores investimentos dos clientes da Boa Vista na prospecção e originação de leads. Na comparação do 4º trimestre com o 3º trimestre, porém, a receita liquida com Soluções de Marketing cresceu 29,9%, refletindo o reaquecimento da economia no último período.

Mais eficiência

No total das linhas de negócio da Boa Vista, a receita líquida do trimestre decresceu 2,5% na comparação com o mesmo período de 2019 – a receita anual caiu 4,8% versus o ano anterior, para R$ 630 milhões. Este resultado foi afetado principalmente pela redução esperada na receita da linha de Serviços de Recuperação de crédito e débitos (queda de 11,4% no 4º Tri versus 3º), afetada pelo impacto da crise da COVID-19 no volume de negativações no período — consequência da queda nas vendas e da decisão de bancos e prestadores de serviço em promover renegociações de dívidas e postergação de cobranças. Houve, no entanto, recuperação neste segmento no último trimestre de 2020, com o aquecimento da economia e com a retomada do volume de comunicados de negativação – a receita líquida com este serviço cresceu 36,3% em relação ao registrado no período anterior.

As receitas com Serviços de Recuperação também foram afetadas pela migração de comunicados físicos (que tiveram queda anual de 43,8%) para os meios digitais (crescimento de 26,1%). Esta migração tem sido fortemente incentivada pela Boa Vista, pois embora tenham receita unitária menor, geram melhores resultados de recuperação de créditos para os clientes – e maior margem de contribuição para a Companhia, contribuindo para a eficiência geral da Boa Vista.

Outro indicador que atesta a crescente eficiência obtida pela Boa Vista é o EBITDA Ajustado menos o CAPEX Total (investimentos). No 4º trimestre, este indicador cresceu 353,5% ante o mesmo período de 2019. Este resultado é fruto não apenas do forte incremento do EBITDA ajustado (crescimento de 18,8% no último trimestre, comparado ao penúltimo), mas à redução de 41,0% do CAPEX Total (sem considerar os efeitos de aquisições) registrada no 4º trimestre, frente ao terceiro. A redução do CAPEX foi obtida principalmente com a otimização e inovação na aquisição e uso dos dados. A Companhia registrou crescimento de 2,2 pontos percentuais na margem EBITDA ajustada, na comparação entre 2020 e o ano anterior.

Aquisições de empresas e o CEA

Os dados dos resultados do 4º trimestre (e do ano de 2020) consideram 10 dias das operações da empresa Acordo Certo, adquirida pela Boa Vista em dezembro. Com a plataforma 100% digital da Acordo Certo, a Boa Vista pode conectar indivíduos que buscam melhorar sua situação financeira com as grandes empresas fornecedoras de crédito, colaborando em criar um ambiente de negociação justa e célere. Em 2020, a Acordo Certo teve faturamento de R$ 33,2 milhões.

Seguindo o plano estratégico e de uso dos recursos do IPO, em março de 2021, ocorreu a compra da Konduto, empresa digital com experiência em e-commerce, meios de pagamento e inteligência artificial. A Konduto é responsável por criar produtos antifraude completamente inovadores, que garantem segurança à operação de lojas virtuais, fintechs e meios de pagamento, para combater a fraude em transações digitais com eficiência, aumentar as taxas de conversão e maximizar o faturamento destas operações. Fundada em 2014, a Konduto atende mais de 27 mil lojas no Brasil e na América Latina. Somente em 2020, em seus sistemas foram processados 244 milhões de pedidos para avaliar a possibilidade de fraudes, e R$ 35 bilhões em compras. Com este feito, estima-se que R$ 1,3 bilhão deixaram de ser desembolsados indevidamente com prejuízos em fraudes.

“O desempenho positivo de nossos negócios mesmo em um ano de pandemia, aliado aos recursos obtidos em nossa Oferta Pública Inicial de Ações, o nosso IPO, nos permitirá acelerar a implantação de nossa estratégia. Esta estratégia consiste no alavancamento de nossas fortalezas analíticas, tanto de forma inorgânica, através de aquisições de empresas que complementam ou fortalecem nossa carteira de soluções — que já iniciamos com a Acordo Certo e a Konduto e vão prosseguir–, quanto de investimentos orgânicos em pessoas e processos para criar o melhor grupo de cientistas e engenheiros na indústria. Este grupo está sendo reunido no nosso CEA (Centro de Excelência em Analytics), em funcionamento inicial desde dezembro, em fase de ampliação de equipe e cujo lançamento oficial em breve vamos fazer”, afirma Dirceu Gardel, o CEO da Boa Vista.

Outra prioridade da Boa Vista é a manutenção e intensificação de seu compromisso com a segurança de dados. Há uma semana, tornou-se a primeira empresa brasileira entre todas dos segmentos financeiro e de gestão de banco de dados a conquistar uma das mais importantes certificações em privacidade e segurança de dados, concedida pela Fundação Vanzolini: a ISO/IEC 27701 (normativa publicada no fim de 2019 para certificação de um Sistema de Gestão da Privacidade da Informação – SGPI). Entre as medidas aplicada pela Boa Vista e destacadas na certificação pela Fundação Vanzolini, estão os investimentos em softwares que dão apoio ao processo de gestão da segurança e privacidade de dados, e aos acessos à plataforma em nuvem Google Cloud.

“Entramos em 2021 com este compromisso renovado com a segurança de dados e com o forte objetivo de impulsionar o desenvolvimento do mercado de soluções analíticas, maximizando os resultados de nossos clientes e promovendo o melhor ambiente de crédito possível aos brasileiros. Isso resultará em uma expansão de mercado que pretendemos liderar”, afirma Dirceu Gardel. “Nossas soluções analíticas devem ganhar ainda mais aderência e poder preditivo com a integração de dados entre nossas empresas adquiridas e informações incrementais do Cadastro Positivo, que incorporará informações do setor de Telecomunicações no segundo trimestre e posteriormente das empresas de Utilidades Públicas. Essa evolução nos permitirá melhorar nosso apoio ao público “não bancarizado”, fomentando melhores condições de crédito para essa parcela da população brasileira menos assistida atualmente”, completa o CEO da Boa Vista.

 

Veja, na tabela abaixo, os principais resultados da Boa Vista no 4º Trimestre:

 


Buscar por período:

TAGS

Posts relacionados

PMC: resultados de fevereiro são prenúncio para o varejo

O varejo restrito subiu 0,6% em fevereiro na comparação mensal dos dados dessazonalizados, depois de recuar 0,2% em janeiro, mas caiu 3,8% na comparação interanual de acordo com a Pesquisa Mensal do Comércio (PMC), do IBGE. Como analisam os economistas da Boa Vista, a queda no ano desacelerou a curva de longo prazo, que passou…

Indicador de Registros de Inadimplentes avança 0,8% em março

O número de registros de inadimplentes subiu 0,8% na comparação mensal dos dados dessazonalizados, segundo dados nacionais da Boa Vista, empresa que aplica inteligência analítica de ponta na transformação de informações para a tomada de decisões em concessão de crédito e negócios em geral. Na comparação interanual foi observada uma leve queda de 3,8% e…

Boa Vista lança Centro de Excelência em Analytics e reforça atuação como empresa de inteligência de dados

A Boa Vista, empresa que aplica inteligência analítica de ponta na transformação de informações para a tomada de decisões em concessão de crédito e negócios em geral, anuncia um importante passo em sua estratégia de se consolidar como uma empresa que utiliza tecnologia e inteligência de dados para apoiar clientes a tomarem decisões mais precisas…