Indicador de Registros de Inadimplentes inicia o ano com queda de 3,4%

Os registros de inadimplentes caíram 3,4% na comparação mensal com ajuste sazonal, segundo indicador da Boa Vista, empresa que aplica inteligência analítica na transformação de informações para a tomada de decisões em concessão de crédito e negócios em geral.  Na comparação interanual foi observada uma redução de 33,4% no número de registros, o que acentuou a queda observada na análise de longo prazo, medida pela variação acumulada em 12 meses, que passou de 15,9% em dezembro para 18,7% em janeiro.

Considerando o trimestre móvel encerrado em janeiro (novembro, dezembro e janeiro), o indicador apontou retração de 32,2% na comparação com o trimestre encerrado em janeiro do ano passado. Assim como os dados do indicador, a inadimplência divulgada pelo Banco Central tem caminhado na mesma tendência nos últimos meses.

No mesmo sentido, o Indicador de Recuperação de Crédito também recuou na comparação interanual, com variação de -2,5%. O que contribuiu para manter o resultado negativo na análise acumulada em 12 meses com queda de 1,7%.

Já na variação mensal com dados dessazonalizados a retração foi de 5,2%, enquanto na análise trimestral o indicador recuou 7,1%, mostrando as dificuldades que as famílias estão encontrando em reequilibrar seu orçamento financeiro.

A despeito do resultado observado no mês de janeiro, a expectativa de reversão da queda da inadimplência em 2021 se manteve. As postergações realizadas por instituições financeiras no ano passado foram essenciais para impedir um abrupto aumento da inadimplência e o programa de auxílio emergencial, por sua vez, também contribuiu para manter a inadimplência em patamares mais baixos.

Ainda que a retomada do programa de auxílio emergencial esteja em discussão, dificilmente ele será no mesmo molde, desta vez, os critérios de elegibilidade deverão ser mais rígidos e o valor menor. Além disso, o mercado de trabalho segue enfraquecido (taxa de desemprego elevada e aumento da informalidade), de modo que são muitos os fatores que apontam para o aumento da inadimplência neste ano.

Metodologia

O indicador de registro de inadimplência é elaborado a partir da quantidade de novos registros de dívidas vencidas e não pagas informados à Boa Vista pelas empresas credoras. As séries têm como ano base a média de 2011 = 100 e passam por ajuste sazonal para avaliação da variação mensal. A partir de janeiro de 2014, houve atualização dos fatores sazonais e reelaboração das séries dessazonalizadas, utilizando o filtro sazonal X-12 ARIMA, disponibilizado pelo US Census Bureau.

O indicador de recuperação de crédito é elaborado a partir da quantidade de exclusões dos registros de dívidas vencidas e não pagas informados anteriormente à Boa Vista pelas empresas credoras. As séries têm como ano base a média de 2011 = 100 e passam por ajuste sazonal para avaliação da variação mensal. Em janeiro de 2014 houve atualização dos fatores sazonais e reelaboração das séries dessazonalizadas, utilizando o filtro sazonal X-12 ARIMA, disponibilizado pelo US Census Bureau.

A série histórica dos indicadores estão disponíveis em:

www.boavistaservicos.com.br/economia/registro-de-inadimplencia

/www.boavistaservicos.com.br/economia/recuperacao-de-credito/

 


Buscar por período:

TAGS

Posts relacionados

Resultado do PIB revela tombo de 4,1% em 2020

Comentários:                                                                                                          Os dados do PIB do 4º trimestre, divulgados hoje pelo IBGE, ficaram dentro da projeção de recessão esperada, reforçando os efeitos das medidas restritivas decorrentes da pandemia do novo coronavírus. Ao longo de 2020, o PIB apresentou um tombo de 4,1%, interrompendo três anos de desempenho positivo do indicador. Na comparação com o 3º…

Márcio Gerbovic assume como Diretor Comercial na Boa Vista

A Boa Vista, empresa que aplica inteligência analítica na transformação de informações para a tomada de decisões em concessão de crédito e negócios em geral, anuncia Márcio Gerbovic como novo Diretor Comercial, com o objetivo de desenvolver os relacionamentos de alto nível e expandir a capacidade da empresa no incremento de soluções que tenham um…

PNADC: Taxa de desemprego encerra o ano em 13,9%

De acordo com a Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua (PNADC) do IBGE, a taxa de desemprego recuou para 13,9% no trimestre móvel encerrado em dezembro de 2020. Estando 0,7 p.p. abaixo do registrado no trimestre de julho a setembro e 2,9 p.p. maior com relação ao mesmo período do ano passado (11%). Em…