Número de novas empresas cresce 6,4% no 1º trimestre de 2016, segundo Boa Vista SCPC

O número de novas empresas cresceu 6,4% no 1º trimestre de 2016 em relação ao mesmo período do ano anterior, segundo levantamento da Boa Vista SCPC (Serviço Central de Proteção ao Crédito), com abrangência nacional. Em relação ao 4º trimestre de 2015, a alta foi de 16,0%.

Forma jurídica

Na análise por classificação de forma jurídica, as MEIs (Microempreendedor Individual) continuam com papel de destaque, como mostra o gráfico 1. Na variação interanual (1º trimestre de 2016 ante 1º trimestre de 2015), as MEIs aumentaram 14,3%. Na mesma base de comparação, as MEs (Microempresas) e as demais formas jurídicas recuaram 10,4% e 19,6%, respectivamente.

Esse resultado refletiu diretamente na composição da abertura de empresas. Conforme gráfico 2, as MEIs aumentaram 5,4 pontos percentuais de sua participação, totalizando 76,7% das novas empresas.

graficos_1e2
  Fonte: Boa Vista SCPC

 

Na variação contra o 4º trimestre de 2015, por sua vez, as MEIs expandiram 24,4% e as MEs 1,6.

Setores

Quando analisada a composição das novas empresas por setores, o levantamento da Boa Vista SCPC observou que apenas Serviços registraram ganho de representatividade. No 1º trimestre de 2015, este setor correspondia a 54,0%, agora este percentual atingiu 56,9%.

grafico3_NovasEmpresas_Abr16
Fonte: Boa Vista SCPC

Como Indústria e Rural praticamente permaneceram estáveis, o Comércio foi quem perdeu espaço, ao passar de 35,5% para 32,5% do total.

 

 

 

 

 

 

Regiões

O Sudeste e o Sul foram as regiões responsáveis pelo crescimento das empresas. Na variação do trimestre em comparação ao mesmo período do ano anterior, registraram 9,6% e 6,9% respectivamente, conforme gráfico 4. Em seguida, tivemos o Norte (1,7%), Centro-Oeste (0,8%) e o Nordeste (0,2%).

Com isso, houve um ganho de representatividade na composição, como apresentado no gráfico 5. Sul passou de 16,5% para 16,6% e o Sudeste aumentou de 50,6% para 52,2%.

 

graficos_4e5
Fonte: Boa Vista SCPC

 

Quando observada a variação trimestral, o Centro-Oeste foi a região que mais cresceu, com 27,0%, e o Nordeste apresentou a menor variação, com 10,9%.

 

Metodologia

O levantamento foi realizado pela Boa Vista SCPC a partir das novas empresas registradas na Receita Federal, considerando todo o território nacional.


Buscar por período:

TAGS

Posts relacionados

Para BC, atividade econômica avança 0,59% em novembro, mas acentua queda na análise em 12 meses

Comentários: De acordo com o Banco Central, o indicador antecedente da atividade econômica (IBC-BR) avançou 0,59% em novembro na comparação mensal, de acordo com dados dessazonalizados. Com relação ao mesmo mês do ano passado houve queda de 0,83%.   No ano houve desaceleração da queda, passando de -5,01% até outubro para 4,63%, enquanto na análise…

Pedidos de falência avançam 12,7% em 2020

Os pedidos de falência avançaram 12,7% em 2020, na comparação com 2019, segundo dados com abrangência nacional da Boa Vista. No mesmo sentido, mantida a base de comparação, os pedidos de recuperação judicial e as recuperações judiciais deferidas aumentaram 13,4% e 11,1%, respectivamente. As falências decretadas também cresceram no ano, apontando variação de 1,9%. Em…

Consumidores veem piora da situação econômica do país em 2020, mas acreditam em cenário melhor em 2021

O consumidor brasileiro vê uma piora da economia nacional em relação a 2019, de acordo com pesquisa da Boa Vista, empresa que aplica inteligência analítica na transformação de informações para a tomada de decisões em concessão de crédito e negócios em geral, realizada com cerca de 400 consumidores de todo país. 77% dos entrevistados acreditam…