Consumidores com aumentos frequentes em operações de crédito são mais propensos à inadimplência

Recuperação de crédito recua 3,9% em janeiro

O indicador de recuperação de crédito – obtido a partir da quantidade de exclusões dos registros de inadimplentes da base da Boa Vista – registrou queda de 3,9% em janeiro contra dezembro, já descontados os efeitos sazonais. No acumulado em 12 meses (fevereiro de 2019 a janeiro de 2020), o indicador recuou 2,9%. Já em relação ao mesmo mês do ano passado a queda foi de 4%.

Em termos regionais, o acumulado 12 meses apresenta alta apenas na região Norte (1,4%). Em sentido oposto, na região Sul foi registrada a maior redução (-7,1%), seguida do Centro-Oeste (-2,4%), Sudeste (-2,3%) e Nordeste (-2,2%).

Na comparação mensal, contudo, todas as regiões registraram retração em janeiro. No mesmo sentido, na comparação interanual (janeiro de 2020 contra janeiro de 2019), as regiões também apresentaram resultado negativo, com Sul (-8,4%) e Nordeste (-4,5%) apontando as quedas mais expressivas.

Se, por um lado, o indicador de registros de inadimplência vem apresentando queda em 12 meses, sugerindo que boa parte dos consumidores ainda estão conseguindo manter em dia o pagamento de novas dívidas, por outro lado, além da queda mensal em janeiro, o indicador de recuperação também segue negativo nesta base de comparação (-2,9% em janeiro), mostrando a dificuldade que os consumidores com dívidas em atraso encontraram para reequilibrarem sua situação financeira e saírem do cadastro de inadimplentes nos últimos meses. Entre os principais fatores por trás desta dificuldade, é possível apontar os elevados níveis de desocupação e subutilização da mão de obra e o fraco crescimento da renda.

Metodologia

O indicador de recuperação de crédito é elaborado a partir da quantidade de exclusões dos registros de dívidas vencidas e não pagas informados anteriormente à Boa Vista pelas empresas credoras. As séries têm como ano base a média de 2011 = 100 e passam por ajuste sazonal para avaliação da variação mensal. Em janeiro de 2014 houve atualização dos fatores sazonais e reelaboração das séries dessazonalizadas, utilizando o filtro sazonal X-12 ARIMA, disponibilizado pelo US Census Bureau.

A série histórica do indicador está disponível em:

Recuperação de Crédito


Buscar por período:

TAGS

Posts relacionados

SMS e e-mail ganham força como instrumentos para recuperar crédito

Mais intensamente desde que a Organização Mundial da Saúde (OMS) declarou pandemia de Covid-19, em 11 de março, a vida de pessoas e empresas mudou drasticamente. Como o isolamento social é uma das principais armas para abaixar a curva de transmissão, os meios digitais se tornaram ainda mais importantes para conectar pessoas e para manter…

Produção Industrial cresce 0,5% em fevereiro

Dados divulgados hoje pelo IBGE revelam que a Pesquisa Industrial Mensal – Produção Física (PIM-PF) avançou 0,5% em fevereiro, na comparação mensal ajustada sazonalmente. Já referente ao acumulado dos últimos doze meses, a atividade industrial recuou 1,2%. No acumulado de 2020, o setor também registrou queda de 0,6% em relação ao mesmo período do ano…

pagamento de dívidas

Demanda por Crédito do Consumidor avança 0,6% em fevereiro

A Demanda por Crédito do Consumidor avançou 0,6% em fevereiro na comparação com janeiro, já descontadas as influências sazonais, de acordo com dados nacionais da Boa Vista. Na comparação com fevereiro de 2019, o indicador cresceu 1,8%. Já no acumulado em 12 meses, houve avanço de 2,7%. Considerando os segmentos que compõem o indicador, o…