IPCA sobe para 8,89% em junho

De acordo com o IBGE, a apuração do resultado da inflação oficial (IPCA) subiu para 8,89% em junho, no acumulado em 12 meses. O acumulado do primeiro semestre do ano já se aproxima do teto da meta ao registrar 6,17%. E para o mês, a inflação acelerou 0,79% em relação ao mês anterior.

A categoria que obteve a maior alta no mês foi a de Despesas Pessoais, com variação de 1,63%. A elevação na categoria foi motivada pelo aumento dos preços de Jogos de Azar (30,8%). Saúde e Cuidados Pessoais foi a segunda categoria com maior alta em maio, variando 0,91% devido ao aumento do subitem Cuidados Pessoais (1,46%), que por sua vez sofreu o impacto de Produtos para Cabelo (2,58%).

Se considerarmos o núcleo acumulado de bens e serviços administrados observamos elevação de 15,07% nos valores acumulados em 12 meses. Já para o núcleo de recursos livres, a avaliação do resultado acumulado em 12 meses ainda mantém-se consideravelmente abaixo, 7,16%, contudo acima do teto da meta inflacionária (6,5%).

A inflação acumulada em 12 meses continua longe da meta e assim deverá permanecer ao longo de todo o ano. Somado outros fatores econômicos desfavoráveis, entre eles o desaquecimento do mercado de trabalho, aumento de tributação e elevação dos juros, vemos que o orçamento das famílias fica cada vez mais pressionado, fator que por sua vez deverá inibir o consumo e consequentemente contribuir negativamente para o resultado do PIB.  Neste cenário, por ora nossas expectativas para inflação mantém-se em 9,0% para 2015.

ipca

Posts relacionados

Inadimplência do consumidor cai 0,9% em 2016

A inadimplência do consumidor obteve queda de 0,9% em 2016, de acordo com dados nacionais da Boa Vista SCPC. Na avaliação mensal, descontados efeitos sazonais, houve retração de 7,6% do indicador quando comparado o resultado de dezembro contra novembro. Já na avaliação contra o mesmo mês do ano anterior, dezembro caiu 5,7%.   Regionalmente, na…

Títulos protestados encerram o ano com alta de 22,9%, segundo Boa Vista SCPC

De acordo com os dados da Boa Vista SCPC (Serviço Central de Proteção ao Crédito), o número total de títulos protestados no país aumentou 22,9% no acumulado de 2016 em relação ao ano anterior. Na comparação interanual, os títulos protestados cresceram 6,0% e aumentaram 11,8% em relação ao mês anterior. O valor médio dos títulos…

Pedidos de falência encerram o ano com alta de 12,2%, segundo Boa Vista SCPC

Segundo dados com abrangência nacional da Boa Vista SCPC (Serviço Central de Proteção ao Crédito), os pedidos de falência encerraram o ano com alta de 12,2% no acumulado de 2016 em relação ao mesmo período de 2015. Em dezembro, o número de pedidos de falências recuou 7,0% na comparação mensal com novembro e aumentou 19,2%…