Abrandamento do PIB chinês realça os desafios para implementar reformas

Por José Valter Martins de Almeida, da RC Consultores

A Agência Nacional de Estatísticas da China divulgou que o PIB de 2013 acumulou alta de 7,7%, contra 7,8% observado no ano anterior. Esse resultado ficou acima da meta do governo, que era de um crescimento anual de 7,5%. A produção industrial avançou 9,7% em dezembro na comparação com dezembro de 2012. O varejo teve um crescimento de 13,6% sobre o ano anterior. A maior alta ficou com o investimento em ativos fixos, que teve um aumento de 19,6% em 2013 em comparação com o ano de 2012.

O crescimento da economia chinesa no ano passado deveu-se em larga escala ao pequeno estímulo do investimento no último trimestre do ano, que contribuiu com um impulso temporário. A China enfrenta problemas estruturais não desprezíveis. O crédito para empresas e entes governamentais aumentou exponencialmente desde 2009 para não permitir o desemprego no estouro da bolha americana. No período de 2007 a 2012 o crédito total subiu 170%. Entre os BRICs, a China é a economia com maior alavancagem em crédito corporativo. A previsão para 2014 aponta para um crescimento abaixo dos 7,5% de 2013, como consequência das reformas da administração de Xi Jinping para corrigir desequilíbrios resultantes da política expansionista dos últimos anos, apoiada no crédito e investimento.

Ed.348

Comentários

comentários

Posts relacionados

Fazer parte do Cadastro Positivo passa a ser fundamental para o consumidor, afirma Boa Vista SCPC

Se por um lado a aprovação da Medida Provisória que tornará automática a adesão dos consumidores brasileiros ao banco de dados de bons pagadores, em virtude da alteração na Lei 12.414/2011 está, por tempo indeterminado, pendente em Brasília, por outro, passa a ser cada vez mais contundente a responsabilidade de o consumidor conhecer e entender…

Percentual de cheques devolvidos atinge 2,11% em maio, segundo Boa Vista SCPC

O número de cheques devolvidos (segunda devolução por falta de fundos) como proporção do total de cheques movimentados[1] atingiu 2,11% em maio, registrando uma diminuição em relação ao mesmo mês do ano anterior, quando alcançou 2,33%. Na comparação mensal, o percentual de cheques devolvidos sobre movimentados obteve leve aumento (em abril o nível foi de…

Movimento do Comércio sobe 2,7% em maio, diz Boa Vista SCPC

Informações do varejo apuradas pela Boa Vista SCPC (Serviço Central de Proteção ao Crédito) apontam que o Movimento do Comércio subiu 2,7% em maio, considerando os dados mensais com ajuste sazonal. Na avaliação acumulada em 12 meses (junho de 2016 até maio de 2017 frente ao mesmo período do ano anterior) houve queda de 3,0%…