Atividade industrial chinesa apresenta expansão

Por José Valter Martins de Almeida, da RC Consultores

Resultado preliminar do Índice de Compras de Gerentes (PMI) da China ficou em 50,4 em novembro, acima dos 49,5 de outubro. Esse resultado mostra que a atividade econômica chinesa se expandiu pela primeira vez em treze meses, depois de sete trimestres consecutivos de desaceleração. O impulso foi dado por um aumento nas encomendas para os exportadores chineses e por um aquecimento da demanda doméstica, depois de medidas de estímulo adotadas pelo governo chinês.

Esse resultado deve ser observado com cuidado. Embora as medidas de estímulo como o aumento de projetos de infraestrutura e redução nas restrições ao crédito tenham ajudado a expandir a atividade industrial, a China tem sérios problemas econômicos como a bolha imobiliária e um sistema financeiro vulnerável. O crescimento econômico para 2013 deve ficar em torno de 7%, abaixo da média de 10% dos últimos anos.

Ed.75

Comentários

comentários