CEF deve pagar mais dividendos

Por José Valter Martins de Almeida, da RC Consultores

O jornal O Estado de São Paulo informa na sua edição de hoje que por ordem do governo a Caixa Econômica Federal vai repassar todos os lucros previstos para seu controlador, o Tesouro Nacional, de forma a ajudar a fechar as contas da União. Em 2013 a Caixa repassou R$ 4,7 bilhões ao governo federal, o equivalente a cerca de 85% dos ganhos distribuídos como dividendos. O governo tinha aceitado reduzir, este ano, a contribuição para o máximo de 45%.

Nos últimos anos o governo federal tem pressionado as estatais a repassar os lucros para o Tesouro Nacional para fechar as contas de forma a ter um superávit primário. A velocidade do aumento das despesas crescendo em média duas vezes acima do PIB nominal é a responsável para o desequilíbrio das contas do governo federal. A utilização recorrente de dividendos das estatais por parte do Tesouro vai deixando mais um fator de pressão na economia para 2015, na medida que uma inevitável capitalização, sobretudo aos bancos estatais, se tornará necessária.

Comentários

comentários

Posts relacionados

Demanda por Crédito do Consumidor cai 4,0% no 1º trimestre, segundo Boa Vista SCPC

Dados nacionais da Boa Vista SCPC apontam que a Demanda por Crédito do Consumidor caiu 4,0% no 1º trimestre de 2017 na comparação com o mesmo período do ano anterior. Já na avaliação dos valores acumulados em 12 meses (abril de 2016 até março de 2017 frente aos 12 meses antecedentes) houve retração de 9,3%,…

Percentual de cheques devolvidos atinge 2,29% em março, segundo Boa Vista SCPC

No mesmo mês do ano anterior, o percentual foi de 2,59% 20 de abril 2017 – O número de cheques devolvidos (segunda devolução por falta de fundos) como proporção do total de cheques movimentados[1] atingiu 2,29% em março, registrando diminuição em relação ao mesmo mês do ano anterior, quando alcançou 2,59%. O que representa menos cheques…

Vendas para a Páscoa cresceram 2,2% em 2017, segundo Boa Vista SCPC

Dados da Boa Vista SCPC mostraram que em 2017 as vendas do comércio para a Páscoa cresceram 2,2% quando comparadas ao mesmo período do ano anterior. Em 2016 as vendas apresentaram queda de 5,8% e em 2015 a retração foi menos intensa (-0,3%). O resultado deste ano é o segundo negativo da série histórica, que…