CEF deve pagar mais dividendos

Por José Valter Martins de Almeida, da RC Consultores

O jornal O Estado de São Paulo informa na sua edição de hoje que por ordem do governo a Caixa Econômica Federal vai repassar todos os lucros previstos para seu controlador, o Tesouro Nacional, de forma a ajudar a fechar as contas da União. Em 2013 a Caixa repassou R$ 4,7 bilhões ao governo federal, o equivalente a cerca de 85% dos ganhos distribuídos como dividendos. O governo tinha aceitado reduzir, este ano, a contribuição para o máximo de 45%.

Nos últimos anos o governo federal tem pressionado as estatais a repassar os lucros para o Tesouro Nacional para fechar as contas de forma a ter um superávit primário. A velocidade do aumento das despesas crescendo em média duas vezes acima do PIB nominal é a responsável para o desequilíbrio das contas do governo federal. A utilização recorrente de dividendos das estatais por parte do Tesouro vai deixando mais um fator de pressão na economia para 2015, na medida que uma inevitável capitalização, sobretudo aos bancos estatais, se tornará necessária.

Comentários

comentários

Posts relacionados

Movimento do Comércio sobe 0,5% em julho

O Indicador Movimento do Comércio, que acompanha o desempenho das vendas no varejo em todo o Brasil, subiu 0,5% em julho quando comparado a junho na análise com ajuste sazonal, de acordo com os dados apurados pela Boa Vista SCPC (Serviço Central de Proteção ao Crédito). Na avaliação acumulada em 12 meses (agosto de 2016…

Percentual de cheques devolvidos atinge 1,90% em julho

O número de cheques devolvidos (segunda devolução por falta de fundos), como proporção do total de cheques movimentados[1] atingiu 1,90% em julho, registrando considerável redução em relação ao mesmo mês do ano anterior (-0,31 p.p.). Na comparação mensal, o percentual de cheques devolvidos sobre movimentados obteve leve alta frente ao mês anterior (em junho o…

PNAD: Rendimentos apresentam leve melhora no 2T17

De acordo com a Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua (Pnad), os rendimentos reais dos trabalhadores apresentaram melhora em todas as regiões quando avaliadas os valores acumulados em 4 trimestres. A Região Nordeste registrou a primeira marcação positiva (1,6%), ao lado da região Sudeste (0,1%) e Centro Oeste (0,8%). Em relação ao mesmo período…