Economia inglesa mergulha na recessão europeia

Por Paulo Rabello de Castro, da RC Consultores

Com resultado bastante negativo do PIB no ultimo mês de janeiro, a economia britânica deu mais um passo na direção da recessão. A indústria é a principal atingida. Os ingleses estão chamando a debilidade da sua economia de um ” triple dip”, isto é, um terceiro mergulho recessivo desde que surgiu a grande crise de 2008. Com injeções monetárias poderosas e enormes déficits fiscais, os ingleses conseguiram sair do primeiro mergulho em 2009, mas caíram de novo em 2011 na recessão. Mais estímulos foram aplicados dando uma saída temporária e, agora, uma nova resvalada na recessão. Assim, a Grã Bretanha se junta ao resto da Europa continental, cuja recuperação ainda parece longe de acontecer.

Um aspecto bastante comentado da recessão atual na Inglaterra é a dificuldade de fazer funcionar o esquema montado para dar crédito a pequenas e médias empresas. Apesar do Funding for Lending Scheme (FLS) criado pelo Banco da Inglaterra, conceder empréstimos a menos de 4% ao ano, os bancos privados não conseguem (e também não tentam) emprestar. Mesmo num plano maior, o crédito total para famílias e empresas permanece estagnado desde 2009.

Ed.143

Comentários

comentários