Elevação da inflação reduz margem de atuação do governo

Por Marcel Caparoz, da RC Consultores

A inflação oficial (IPCA) de março registrou forte alta de 0,92%, o maior valor para o mês desde 2003, quando a elevação foi de 1,23%. Segundo os dados divulgados pelo IBGE hoje pela manhã, os principais responsáveis por esse incremento foram o grupo Alimentação e bebidas (+1,92%) e o subgrupo Transporte público (+3,01%), principalmente em função da alta de 26,5% do item passagem aérea. Assim, a variação acumulada em 12 meses da inflação atingiu o patamar de 6,15%.

Este resultado coloca mais pressão sobre o governo em relação ao atual processo inflacionário. Embora seja de caráter pontual, o retorno da inflação dos alimentos ao consumidor reduz ainda mais a margem de manobra do governo em relação aos preços monitorados que foram mantidos represados nos últimos anos. Energia elétrica, gasolina, pedágios e transporte público urbano tiveram seus preços controlados, o que tem gerado graves distorções nas empresas desses setores e nas prefeituras de algumas capitais brasileiras. A correção terá que ser feita em algum momento. A inflação presente já está dada, resta saber como será administrada a inflação que virá no futuro, principalmente no período pós-eleição.

Ed.393

Comentários

comentários

Posts relacionados

Uso de certificado digital na entrega da declaração do Imposto de Renda Pessoa Física garante segurança e agilidade aos contribuintes

Contribuintes com rendimentos tributáveis superiores a R$ 28.559,70 no ano de 2016 precisam entregar, obrigatoriamente, até o dia 28 de abril a declaração do Imposto de Renda Pessoa Física – DIRF 2017. Para tornar essa obrigação junto à Receita Federal mais simples, rápida e prática, com a segurança da transmissão de informações pelo ambiente online,…

Maioria dos consumidores afirma ter perfil equilibrado quanto aos seus hábitos de consumo, revela pesquisa da Boa Vista SCPC

A maioria dos entrevistados (59%) em pesquisa inédita desenvolvida pela Boa Vista SCPC afirma ter um perfil equilibrado quando questionada sobre os seus hábitos de compra. Outros 28% dizem ter perfil conservador, e 13% afirmam ser consumistas. O levantamento da Boa Vista SCPC, elaborado com 1.169 entrevistados, em todo o Brasil, no período entre 31…

Parceria ADASP com a Boa Vista SCPC possibilita a ampliação de resultados

A Boa Vista SCPC tem parceria com mais de 2.200 entidades de classes representativas em todo o Brasil. Destaca-se também pela inovação e contínuo investimento em tecnologia para desenvolvimento de soluções que antecipem as principais demandas do mercado. Possui um time com centenas de profissionais especializados em modelagem estatística de informações, o que garante produtos…