Gastos correntes pressionam déficit fiscal

Por Paulo Rabello de Castro, da RC Consultores

O expressivo déficit fiscal do governo federal em setembro, de R$ 9 bilhões, ligou o sinal de alerta dos mercados para a gastança pública. A velocidade do gasto corrente federal já vinha, entretanto, se mostrando muito elevada desde o início de 2013. De janeiro a setembro deste ano, a despesa total se eleva em 13,5% sobre igual período de 2012, enquanto a receita líquida variou 8,1%, implicando num resultado primário (aquele que tenta cobrir a despesa dos juros) com queda de quase 5%.

O mais importante aspecto não tem sido ressaltado pelos analistas: o coeficiente de difusão do aumento da despesa é muito alto. Isso quer dizer que a expansão dos gastos correntes provém de praticamente todos os itens de despesa, à exceção – paradoxalmente – da rubrica de investimento, que só cresceu 2,8% sobre o ano passado. O governo federal gasta exorbitantemente em todos os itens menos naquele em que prometera gastar: investimento.

Ed.305

Comentários

comentários

Posts relacionados

Percentual de cheques devolvidos atinge 2,10% em abril, segundo Boa Vista SCPC

O número de cheques devolvidos (segunda devolução por falta de fundos) como proporção do total de cheques movimentados atingiu 2,10% em abril, registrando uma diminuição em relação ao mesmo mês do ano anterior, quando alcançou 2,33%. Na comparação mensal o percentual de cheques devolvidos sobre movimentados obteve diminuição (em março o nível foi de 2,29%),…

Boa Vista SCPC: Demanda por Crédito do Consumidor cai 2,3% em abril

A Demanda por Crédito do Consumidor caiu 2,3% em abril com ajuste sazonal frente a março, de acordo com dados nacionais da Boa Vista SCPC (Serviço Central de Proteção ao Crédito). Já na avaliação dos valores acumulados em 12 meses (maio de 2016 até abril de 2017 frente aos 12 meses antecedentes) houve desaceleração da…

Movimento do Comércio cai 1,0% em abril, diz Boa Vista SCPC

Dados do varejo apurados pela Boa Vista SCPC (Serviço Central de Proteção ao Crédito), apontam que o Movimento do Comércio caiu 1,0% em abril, considerando as informações mensais com ajuste sazonal. Na avaliação acumulada em 12 meses (maio de 2016 até abril de 2017) houve queda de 3,4% frente aos 12 meses antecedentes. Já na…