Inadimplência atinge mínima histórica

Por Thiago Custódio Biscuola, da RC Consultores

A inadimplência total do sistema financeiro em novembro, publicada ontem pelo BACEN, manteve a trajetória de queda iniciada desde novembro de 2012 e atingiu o patamar de 3,1%, menor nível desde o inicio da série em março de 2011. Tal indicador é referente às operações de crédito com atrasos superiores a noventa dias, englobando tanto pessoas físicas quanto jurídicas, as quais registraram, respectivamente, 4,5% e 1,9% de inadimplência no mês. O estoque total de crédito voltou a acelerar, registrando crescimento de 14,5% frente a igual mês de 2012. Destaque para os recursos direcionados, que apresentaram expansão de 24,4%. O saldo total de operações alcançou a significativa marca de 55,6% do PIB.

O elevado nível de adimplência se deve, em grande parte, ao ainda relativo dinamismo do mercado de trabalho. No mesmo dia, o IBGE divulgou que a taxa de desocupação nas seis principais regiões metropolitanas declinou para 4,6% em novembro, se equiparando ao menor nível histórico da série iniciada em 2002. O rendimento real médio dos trabalhadores continua avançando a passos largos, crescendo 2,7% em relação a novembro 2012. O mercado de trabalho em 2014 deve apresentar desempenho semelhante ao deste ano, o qual já demonstrou relativa acomodação frente a anos anteriores. Mesmo com a perspectiva de aumento dos juros, tal cenário não provocará grandes sobressaltos na inadimplência do sistema financeiro, mantendo-a em patamar reduzido ao longo de 2014.

Ed.338

Comentários

comentários

Posts relacionados

Percentual de cheques devolvidos atinge 1,79% em agosto

O número de cheques devolvidos (segunda devolução por falta de fundos) como proporção do total de cheques movimentados atingiu 1,79% em agosto, registrando considerável redução em relação ao mesmo mês do ano anterior (-0,34 p.p.). Na comparação mensal, o percentual de cheques devolvidos sobre movimentados diminuiu frente a julho (quando o nível foi de 1,90%),…

Para 46% dos consumidores, o Cadastro Positivo tem como principal benefício auxiliar na obtenção de crédito e contratação de financiamentos

Em pesquisa inédita com consumidores de todo o Brasil, a Boa Vista SCPC identificou que para 46% dos entrevistados, o Cadastro Positivo tem como principal objetivo auxiliar na obtenção de crédito e na contratação de financiamentos. Outros 26% acreditam que o banco de dados com informações positivas sobre consumidores classifica de forma mais assertiva e…

Movimento do Comércio sobe 2,2% em agosto

O Indicador Movimento do Comércio, que acompanha o desempenho das vendas no varejo em todo o Brasil, subiu 2,2% em agosto quando comparado a julho na análise com ajuste sazonal, de acordo com os dados apurados pela Boa Vista SCPC (Serviço Central de Proteção ao Crédito). Na avaliação acumulada em 12 meses (setembro de 2016…