Inadimplência das empresas, em especial as médias, merece atenção

Por José Valter Martins de Almeida, da RC Consultores

Dados do Banco Central mostram que a inadimplência das pessoas jurídicas em julho ficou em 4% da carteira, patamar historicamente elevado. O segmento mais atingido é o de médias empresas.

A baixa atividade econômica ao longo deste ano e a inadimplência dos consumidores impactando de forma negativa o fluxo de caixa das empresas ajudam a explicar esse quadro. A situação merece atenção uma vez que bancos que tradicionalmente operam no segmento de “middle market” estão se reposicionando para financiar empresas de porte maior, evitando o segmento de pior risco de crédito. Operações ditas estruturadas também devem ser observadas com atenção, sobretudo as que receberam notas elevadas de algumas agências de avaliação de crédito.

Ed.28

Comentários

comentários