Nova deflação no IGP-M

Por Marcel Caparoz, da RC Consultores

O Índice Geral de Preços (IGP-M) da FGV registrou queda de 0,61% em julho, a terceira deflação mensal consecutiva. Novamente o grande responsável pela baixa foram os preços dos itens no atacado (IPA), que tiveram retração de 1,11%, enquanto que os preços ao consumidor (IPC) e os custos da construção civil (INCC) apresentaram alta de 0,15% e 0,80%, respectivamente.

A recente queda do preço das commodities nos mercados internacionais, principalmente as agrícolas, como soja e milho, afeta diretamente o IGP-M, uma vez que os preços no atacado representam 70% do índice total. Tal comportamento irá reduzir a pressão dos reajustes dos alugueis no próximo ano, uma vez que após 7 meses de 2014 a inflação acumulada do IGP-M é de apenas 1,83%. Mas o alívio para por aí. Quando analisada a inflação que realmente afeta o poder de compra do consumidor (IPC), já temos nos primeiros 7 meses de 2014 inflação de 4,45%, e no acumulado em 12 meses elevado patamar de 6,69%.

Comentários

comentários

Posts relacionados

Demanda por Crédito do Consumidor cai 0,7% no 1º semestre, segundo Boa Vista SCPC

A Demanda por Crédito do Consumidor caiu 0,7% no 1º semestre de 2017, em comparação ao 1º semestre de 2016, de acordo com dados nacionais da Boa Vista SCPC (Serviço Central de Proteção ao Crédito). Na avaliação interanual, junho apresentou estabilidade nos dados, enquanto nos valores acumulados em 12 meses (julho de 2016 até junho…

Movimento do Comércio cai 3,2% no 1º semestre, diz Boa Vista SCPC

O Indicador Movimento do Comércio, que acompanha o desempenho das vendas no varejo em todo o Brasil, caiu 3,2% no acumulado no ano (1º semestre de 2017 contra o mesmo período do ano passado), de acordo com os dados apurados pela Boa Vista SCPC (Serviço Central de Proteção ao Crédito). Na avaliação acumulada em 12…

47% dos consumidores inadimplentes estão muito endividados, revela pesquisa da Boa Vista SCPC

O nível de endividamento elevado (muito endividado) atinge 47% dos consumidores inadimplentes, ou seja, que estão com o “nome sujo”, de acordo com a pesquisa nacional Perfil do Consumidor Inadimplente, realizada pela Boa Vista SCPC (Serviço Central de Proteção ao Crédito), com cerca de 1.500 respondentes. Em seguida, 26% se dizem mais ou menos endividados,…