Petróleo tem forte queda

Por José Valter Martins de Almeida, da RC Consultores

O preço do barril de petróleo WTI fechou ontem na New York Mercantile Exchange a US$ 94,45 para entrega em maio. Uma queda de US$ 2,74. Em Londres, o barril Brent, com a mesma data de entrega baixou US$ 3,58, fechando a US$ 107,11.  O menor nível em um ano. Hoje os mercados abriram em níveis próximos ao fechamento de ontem.  O dado negativo do emprego nos EUA e, principalmente, o anúncio de que as reservas prontas de petróleo alcançaram níveis muito altos, chegando a um máximo desde julho de 1999, foram os principais responsáveis por essa queda.

A tendência do preço do petróleo, a médio prazo, ainda é incerta. Os fatores geopolíticos altistas no Irã e na Venezuela são mitigados pela precária recuperação da economia mundial, este fator baixista. Por outro lado, o afrouxamento monetário realizado pelos principais bancos centrais tem inflacionado os preços das principais commodities e diversos ativos.  O mercado de petróleo, em particular, passa por profunda mudança. A Opep acaba de divulgar que a China deverá ultrapassar os EUA como o maior importador de petróleo do mundo até 2014, reflexo do boom de óleo e gás de xisto nos EUA que está revolucionando os mercados de energia no mundo.

Ed.157

Comentários

comentários

Posts relacionados

Demanda por Crédito do Consumidor cai 4,0% no 1º trimestre, segundo Boa Vista SCPC

Dados nacionais da Boa Vista SCPC apontam que a Demanda por Crédito do Consumidor caiu 4,0% no 1º trimestre de 2017 na comparação com o mesmo período do ano anterior. Já na avaliação dos valores acumulados em 12 meses (abril de 2016 até março de 2017 frente aos 12 meses antecedentes) houve retração de 9,3%,…

Percentual de cheques devolvidos atinge 2,29% em março, segundo Boa Vista SCPC

No mesmo mês do ano anterior, o percentual foi de 2,59% 20 de abril 2017 – O número de cheques devolvidos (segunda devolução por falta de fundos) como proporção do total de cheques movimentados[1] atingiu 2,29% em março, registrando diminuição em relação ao mesmo mês do ano anterior, quando alcançou 2,59%. O que representa menos cheques…

Vendas para a Páscoa cresceram 2,2% em 2017, segundo Boa Vista SCPC

Dados da Boa Vista SCPC mostraram que em 2017 as vendas do comércio para a Páscoa cresceram 2,2% quando comparadas ao mesmo período do ano anterior. Em 2016 as vendas apresentaram queda de 5,8% e em 2015 a retração foi menos intensa (-0,3%). O resultado deste ano é o segundo negativo da série histórica, que…