PIB 2013 escorrega mais na projeção do FOCUS

Por Paulo Rabello de Castro, da RC Consultores

O fraco desempenho do investimento e da indústria, apesar da pequena recuperação esboçada na virada do ano, praticamente enterra as chances de um crescimento do PIB acima de 3%. A última pesquisa FOCUS traz uma nova estimativa dos especialistas, colocando a projeção em 2,98%. O governo Dilma já está conformado com mais este desempenho sofrível da economia produtiva e a presidente usa outras estatísticas favoráveis em seus pronunciamentos, mormente as de geração de emprego, puxado pelo consumo e pelo crédito.

A projeção preponderante é que a próxima subida de juros pelo Banco Central – que pode ficar um meio ponto percentual – será um tranco mais agressivo no consumo do que a elevação anterior de 0,25%. O endurecimento do Bacen vem num “timing” ainda favorável ao futuro calendário eleitoral. O governo sofrerá mais críticas em 2013 pelo fraco desempenho produtivo. Mas contará com melhor resultado em 2014 para mostrar o primeiro ano de recuperação no mandato de Dilma e com isso calar os críticos. Tudo depende do rumo da inflação. A freada do Bacen agora pode trazer o alívio esperado no ritmo de alta dos preços. A aposta é grande, mas tem boa chance de vingar.

Ed.189

Comentários

comentários