Rumo do Comércio

A Boa Vista SCPC divulgou hoje o resultado de maio do indicador de Movimento do Comércio, que apontou queda de 1,8% no mês para a série dessazonalizada. No acumulado do ano, o indicador acumula queda de 1,3% na comparação com o mesmo período do ano passado, e na variação acumulada em 12 meses, o movimento do comércio ainda apresenta alta de 0,7%.

Dentre os principais setores, houve alta do segmento de “Combustíveis e Lubrificantes” de 1,9% em maio – considerando dados dessazonalizados. Também observou-se leve aumento do setor de “Supermercados, Alimentos e Bebidas”, de 0,3% entre abril e maio. Já o setor de “Móveis e Eletrodomésticos” apresentou forte queda de 5,3% no período, seguido da categoria de “Tecidos, Vestuários e Calçados”, que também caiu no mês 1,3%.

O indicador continua apresentando desaceleração em sua tendência de longo prazo, fato observado desde meados do segundo semestre de 2014, e acompanha o resultado oficial para o setor varejista medido pelo IBGE, que aponta crescimento de 0,2% em 12 meses e queda de 1,5% no acumulado do ano. Fatores macroeconômicos como elevação de juros, piora do mercado de trabalho, aumento de tributos e inflação em patamares elevados continuarão afetando de forma intensa a confiança e a intenção de compra do consumidor em 2015. Outro indicador, o de confiança do comércio (FGV), também variou negativamente em maio (-0,6%) e recua expressivos 17,9% em relação a maio do ano passado.

Enquanto a confiança na economia não retoma a trajetória de alta, uma maior cautela por parte de consumidores e empresários deverá ser esperada. Os números de hoje do relatório Focus do Banco Central confirmam piora nas expectativas para a atividade econômica, inflação e juros e ainda não dão alento para a mudança no rumo da confiança. Desde 2003, quando se inicia a atual série do IBGE sobre o Comércio Varejista, nunca foi observado um crescimento negativo para o setor. Mantendo-se o atual ritmo, há grandes chances disso acontecer.

Comentários

comentários

Posts relacionados

Percentual de cheques devolvidos atinge 1,79% em agosto

O número de cheques devolvidos (segunda devolução por falta de fundos) como proporção do total de cheques movimentados atingiu 1,79% em agosto, registrando considerável redução em relação ao mesmo mês do ano anterior (-0,34 p.p.). Na comparação mensal, o percentual de cheques devolvidos sobre movimentados diminuiu frente a julho (quando o nível foi de 1,90%),…

Para 46% dos consumidores, o Cadastro Positivo tem como principal benefício auxiliar na obtenção de crédito e contratação de financiamentos

Em pesquisa inédita com consumidores de todo o Brasil, a Boa Vista SCPC identificou que para 46% dos entrevistados, o Cadastro Positivo tem como principal objetivo auxiliar na obtenção de crédito e na contratação de financiamentos. Outros 26% acreditam que o banco de dados com informações positivas sobre consumidores classifica de forma mais assertiva e…

Movimento do Comércio sobe 2,2% em agosto

O Indicador Movimento do Comércio, que acompanha o desempenho das vendas no varejo em todo o Brasil, subiu 2,2% em agosto quando comparado a julho na análise com ajuste sazonal, de acordo com os dados apurados pela Boa Vista SCPC (Serviço Central de Proteção ao Crédito). Na avaliação acumulada em 12 meses (setembro de 2016…