Sucesso no leilão da ANP arrecada R$ 2,8 bilhões

Por José Valter Martins de Almeida, da RC Consultores

A 11ª rodada de licitações de blocos de petróleo realizada esta semana arrecadou R$ 2,8 bilhões. Dos 289 blocos ofertados foram vendidos 142, com ágio de 797% sobre o preço mínimo estabelecido para essas áreas. A bacia da Foz do Amazonas foi a que mais arrecadou: R$ 802,7 milhões. O recorde de arrecadação havia sido a 9ª rodada em 2007 com R$ 2,1 bilhões.

Além do valor recorde de arrecadação, a presença de 18 empresas estrangeiras, de 11 países, entre as 30 vencedoras dos leilões é um ponto que merece destaque. Estima-se que os investimentos na exploração desses blocos atinjam R$ 7 bilhões. O sucesso dessas concessões abre boa perspectivas para os próximos leilões da 12ª rodada, prevista para outubro, cujo foco será a produção de gás natural, inclusive o gás de xisto, atual vedete do mercado internacional de hidrocarbonetos.

Ed.186

Comentários

comentários

Posts relacionados

Boa Vista SCPC: inadimplência do consumidor paulistano caiu 4,3% no 1º trimestre

A inadimplência do consumidor na cidade de São Paulo teve queda de 4,3% no acumulado do ano (1º trimestre de 2017 contra o mesmo período do ano passado), de acordo com os dados da Boa Vista SCPC. Na comparação interanual (março-17 contra março-16), a inadimplência retraiu 8,4%. Contra o mês anterior (março-17 contra fevereiro-17) houve…

Demanda por Crédito do Consumidor cai 4,0% no 1º trimestre, segundo Boa Vista SCPC

Dados nacionais da Boa Vista SCPC apontam que a Demanda por Crédito do Consumidor caiu 4,0% no 1º trimestre de 2017 na comparação com o mesmo período do ano anterior. Já na avaliação dos valores acumulados em 12 meses (abril de 2016 até março de 2017 frente aos 12 meses antecedentes) houve retração de 9,3%,…

Percentual de cheques devolvidos atinge 2,29% em março, segundo Boa Vista SCPC

No mesmo mês do ano anterior, o percentual foi de 2,59% 20 de abril 2017 – O número de cheques devolvidos (segunda devolução por falta de fundos) como proporção do total de cheques movimentados[1] atingiu 2,29% em março, registrando diminuição em relação ao mesmo mês do ano anterior, quando alcançou 2,59%. O que representa menos cheques…