Teste lógico reprova jovens brasileiros em prova mundial

Por Paulo Rabello de Castro, da RC Consultores.

O sistema PISA de aferição educacional, promovido pela OCDE, que compara desempenhos de jovens na faixa dos 15 anos em dezenas de países, divulgou o resultado de um teste lógico de avaliação sobre entendimento e resolução de problemas do dia-a-dia. O Brasil ficou em 38º lugar em uma amostra de 44 países cujos jovens participaram da pesquisa de desempenho. Em primeiro, Cingapura, com 562 pontos, logo acima da Coreia do Sul, Japão e China, que vêm em seguida na pontuação. Os EUA pontuaram 508, ficando em 18º lugar. Na região sul-americana, o Chile ficou em 36º, bem próximo ao Brasil. Os brasileiros, no entanto, ficaram na frente de jovens uruguaios (42º) e colombianos (44º).

O teste de lógica aplicada é importante para aferir habilidades resolutivas no mundo do trabalho. O aumento da produtividade geral dos colaboradores de empresas depende de treinamento, desde tenra idade, na solução de questões da vida diária. Determinados jogos digitais podem ser úteis para estimular essas habilidades nas crianças e jovens. A convivência com professores muito bem treinados também faz toda a diferença. A maioria absoluta dos estudantes brasileiros ainda não tem acesso a qualquer meio digital na sua educação. Este é o grande salto a ser dado, o aceso ao que Peter Drucker chamou de “web-education”, numa alusão a “education through the Web”. O Brasil tem chance de melhorar 10 posições no PISA em uma década – uma posição por ano – se introduzir métodos digitais em massa e aproximar professores de alto nível a milhões de alunos pelos meios de transmissão à distância.

Ed.390

Comentários

comentários

Posts relacionados

Fazer parte do Cadastro Positivo passa a ser fundamental para o consumidor, afirma Boa Vista SCPC

Se por um lado a aprovação da Medida Provisória que tornará automática a adesão dos consumidores brasileiros ao banco de dados de bons pagadores, em virtude da alteração na Lei 12.414/2011 está, por tempo indeterminado, pendente em Brasília, por outro, passa a ser cada vez mais contundente a responsabilidade de o consumidor conhecer e entender…

Percentual de cheques devolvidos atinge 2,11% em maio, segundo Boa Vista SCPC

O número de cheques devolvidos (segunda devolução por falta de fundos) como proporção do total de cheques movimentados[1] atingiu 2,11% em maio, registrando uma diminuição em relação ao mesmo mês do ano anterior, quando alcançou 2,33%. Na comparação mensal, o percentual de cheques devolvidos sobre movimentados obteve leve aumento (em abril o nível foi de…

Movimento do Comércio sobe 2,7% em maio, diz Boa Vista SCPC

Informações do varejo apuradas pela Boa Vista SCPC (Serviço Central de Proteção ao Crédito) apontam que o Movimento do Comércio subiu 2,7% em maio, considerando os dados mensais com ajuste sazonal. Na avaliação acumulada em 12 meses (junho de 2016 até maio de 2017 frente ao mesmo período do ano anterior) houve queda de 3,0%…