Varejo perde força até maio e consumidor está menos confiante

Por Paulo Rabello de Castro, da RC Consultores

A locomotiva do PIB nos últimos dois anos tem sido o consumidor. O índice de avanço do varejo, em volume real de vendas, segundo o IBGE, ficou na faixa média de 9%, com uma variação entre 7 e 11% positivos em 2011-12. Trata-se de um resultado impressionante quando se compara com o desempenho sofrível da atividade produtiva industrial. Mas não mais.  Em 12 meses acumulados e encerrados em abril de 2013, o índice fechará abaixo de 7% seguindo uma trajetória descendente, em termos de ritmo, na direção de 5% ao fim deste ano. Neste março, o resultado já foi de apenas 4,4%. Ainda assim, a variação do varejo em 2013 será melhor do que a dos demais setores da economia. Aos poucos, porém, deixa de puxar o índice do PIB na mesma intensidade dos dois anos anteriores.

O comportamento menos eufórico do varejo este ano coincide com o crédito pessoal ainda em franca expansão nos bancos oficiais e a inadimplência sob controle. O avanço do crédito encontra, no entanto, um consumidor menos disposto a ampliar seu endividamento. O ciclo de avanço do crédito parece ter encontrado uma clara linha de resistência. O aumento dos juros pelo Banco Central também conspira contra a repetição do desempenho dos anos anteriores.

Ed.193

 

 

Comentários

comentários

Posts relacionados

Boa Vista SCPC: inadimplência do consumidor paulistano caiu 4,3% no 1º trimestre

A inadimplência do consumidor na cidade de São Paulo teve queda de 4,3% no acumulado do ano (1º trimestre de 2017 contra o mesmo período do ano passado), de acordo com os dados da Boa Vista SCPC. Na comparação interanual (março-17 contra março-16), a inadimplência retraiu 8,4%. Contra o mês anterior (março-17 contra fevereiro-17) houve…

Demanda por Crédito do Consumidor cai 4,0% no 1º trimestre, segundo Boa Vista SCPC

Dados nacionais da Boa Vista SCPC apontam que a Demanda por Crédito do Consumidor caiu 4,0% no 1º trimestre de 2017 na comparação com o mesmo período do ano anterior. Já na avaliação dos valores acumulados em 12 meses (abril de 2016 até março de 2017 frente aos 12 meses antecedentes) houve retração de 9,3%,…

Percentual de cheques devolvidos atinge 2,29% em março, segundo Boa Vista SCPC

No mesmo mês do ano anterior, o percentual foi de 2,59% 20 de abril 2017 – O número de cheques devolvidos (segunda devolução por falta de fundos) como proporção do total de cheques movimentados[1] atingiu 2,29% em março, registrando diminuição em relação ao mesmo mês do ano anterior, quando alcançou 2,59%. O que representa menos cheques…