Volume de serviços registra recuperação após greve dos caminhoneiros

Segundo a Pesquisa Mensal de Serviços (PMS) do IBGE divulgada hoje, o volume do setor de serviços subiu 6,6% em junho na comparação com mês anterior (dados dessazonalizados). No acumulado em 12 meses a queda foi de 1,2%. Em relação ao mesmo mês do ano passado houve avanço de 0,9%. No acumulado no ano a atividade do setor caiu 0,9% em relação ao ano anterior.

Nos resultados mensais com ajuste sazonal, o avanço ocorreu em quatro das cinco atividades pesquisadas, destacando-se o grupo Transportes, serviços auxiliares aos transportes e correios no qual registrou crescimento de 15,7%, após apontar queda de 10,6% no mês anterior.

Em termos regionais, o desempenho mensal positivo ocorreu em 22 dos 27 estados. Os estados que mais contribuíram para o avanço no índice nacional foram São Paulo (4,6%) com maior destaque, Paraná (10,1%), Minas Gerais (9,8%), Rio de Janeiro (3,6%), Mato Grosso (22,6%) e Bahia (9,7%).pms-jun

Por fim, foi observado crescimento da receita nominal de 2,4% no acumulado em 12 meses. No mês de junho foi registrado alta de 6,4% em relação a maio (dados dessazonalizados).

Os resultados de junho demonstram recuperação após as perdas registradas durante a greve dos caminhoneiros, que havia se disseminado para todos os segmentos da pesquisa em maio. Para os próximos meses, espera-se que o setor continue em um ritmo lento de recuperação, sofrendo os impactos do baixo nível de atividade dos demais setores da economia e das incertezas políticas.

Posts relacionados

Pedidos de falência caem 19,6% no acumulado em 12 meses

Os pedidos de falência caíram 19,6% no acumulado 12 meses (setembro de 2017 até agosto de 2018 comparado aos 12 meses antecedentes), segundo dados com abrangência nacional da Boa Vista SCPC. Mantida a base de comparação, as falências decretadas subiram 15,0%, enquanto para os pedidos de recuperação judicial houve diminuição de 6,0%. As recuperações judiciais…

Movimento do Comércio avança 4,1% no acumulado em 12 meses, diz Boa Vista SCPC

O Indicador do Movimento do Comércio, que acompanha o desempenho das vendas no varejo em todo o Brasil, avançou 4,1% no acumulado em 12 meses (setembro de 2017 até agosto de 2018 frente ao mesmo período do ano anterior), segundo o indicador da Boa Vista SCPC. Em agosto, na avaliação mensal dessazonalizada, o indicador ficou…

Para BC, atividade econômica avança 0,57% em julho

De acordo com o Banco Central, o indicador antecedente da atividade econômica (IBC-BR[1]) subiu 0,57% em julho na comparação mensal, de acordo com dados dessazonalizados. No acumulado em 12 meses houve avanço de 1,46%. Na comparação ante o mesmo período do ano anterior, houve aumento de 2,56%. O comportamento da atividade em julho contraria a…