Banco Central defende um teto de R$ 2,30 para o dólar

Por José Valter Martins de Almeida, da RC Consultores

O Banco Central realizou ontem três intervenções no mercado de câmbio a fim de evitar que o dólar ficasse acima de R$ 2,30. Foi o maior número de intervenções em apenas uma sessão desde agosto de 2002. A moeda fechou a R$ 2,278, queda de 0,13% em relação ao fechamento do dia anterior. Em julho o dólar acumulou alta de 2,1% e subiu 11,4% no ano.

O BACEN deixou clara a intenção que defenderá um teto de R$ 2,30 para o dólar no curto prazo. Essa mensagem decorre da preocupação dos efeitos que uma nova alta do dólar tem sobre a inflação, que segue batendo no teto da meta. O Banco Central deve continuar atuando já que a questão não envolve liquidez, e sim especulação. Embora o déficit em conta corrente se aproxime do preocupante patamar de 3,5% do PIB em 2013, a recente elevação da Selic, favorecendo a arbitragem, e a melhora do saldo da balança comercial deve contribuir para uma maior entrada de dólares no país. A RC Consultores projeta o dólar no final do ano próximo a R$ 2,25.

Ed.239

Comentários

comentários

Posts relacionados

34% dos consumidores dizem não ter controle dos ganhos e gastos

Para investigar os hábitos sobre controle orçamentário e fontes de informações sobre o tema, a Boa Vista SCPC realizou uma pesquisa inédita com aproximadamente 1200 consumidores, de todo o Brasil, e constatou que 34% dos entrevistados não controlam o quanto ganham e gastam no mês. Realizada entre os meses de maio e julho, a pesquisa…

Percentual de cheques devolvidos atinge 1,70% em outubro

O número de cheques devolvidos (segunda devolução por falta de fundos) como proporção do total de cheques movimentados[1] foi de 1,70% em outubro, registrando considerável redução em relação ao mesmo mês do ano anterior (-0,76 p.p.). Na comparação mensal, o percentual de cheques devolvidos sobre movimentados diminuiu frente ao mês de setembro (quando o nível…

Vendas no varejo crescem 0,5% em setembro e caem 0,6% no acumulado 12 meses

De acordo com a Pesquisa Mensal do Comércio (PMC) divulgada pelo IBGE, o volume de vendas no Varejo restrito subiu 0,5% em setembro na comparação mensal (com ajuste sazonal), enquanto na variação acumulada em 12 meses, a trajetória do indicador apresentou melhora de 1 p.p. em relação ao mês anterior, apresentando retração de apenas 0,6%….