Crescimento da economia este ano deve ficar acima de 1,5%

Por José Valter Martins de Almeida, da RC Consultores

A pesquisa Focus do Banco Central divulgada hoje aponta que os economistas das instituições financeiras reduziram a projeção de crescimento da economia neste ano para 1,24%, ante 1,44% na semana anterior. A estimativa do mercado vem se reduzindo desde maio, quando chegou a projetar crescimento de 1,69%. A redução desta semana é consequência da divulgação do IBC-br de abril, que avançou apenas 0,1% em abril frente a março. Em comparação com abril de 2013, houve forte redução, com queda de 2,3%.

De fato a retração de 0,4% no volume de vendas do varejo e a queda na produção industrial de 0,3% foram os responsáveis pelo mau desempenho da atividade econômica no início do segundo trimestre. No entanto, a RC Consultores acredita que o crescimento do PIB este ano deve ser superior a 1,5%. Se por um lado a produção industrial deve continuar se retraindo, por outro, o setor agropecuário permanece dinâmico. O setor de serviços deve contribuir positivamente no resultado do PIB. Além do crescimento ainda inercial das vendas do varejo, haverá o efeito da Copa do Mundo nas cidades-sede (regiões onde a pesquisa é feita), que não é desprezível. Soma-se a isso o forte efeito multiplicador que a renda do agronegócio tem sobre o setor de serviços.

Comentários

comentários

Posts relacionados

34% dos consumidores dizem não ter controle dos ganhos e gastos

Para investigar os hábitos sobre controle orçamentário e fontes de informações sobre o tema, a Boa Vista SCPC realizou uma pesquisa inédita com aproximadamente 1200 consumidores, de todo o Brasil, e constatou que 34% dos entrevistados não controlam o quanto ganham e gastam no mês. Realizada entre os meses de maio e julho, a pesquisa…

Percentual de cheques devolvidos atinge 1,70% em outubro

O número de cheques devolvidos (segunda devolução por falta de fundos) como proporção do total de cheques movimentados[1] foi de 1,70% em outubro, registrando considerável redução em relação ao mesmo mês do ano anterior (-0,76 p.p.). Na comparação mensal, o percentual de cheques devolvidos sobre movimentados diminuiu frente ao mês de setembro (quando o nível…

Vendas no varejo crescem 0,5% em setembro e caem 0,6% no acumulado 12 meses

De acordo com a Pesquisa Mensal do Comércio (PMC) divulgada pelo IBGE, o volume de vendas no Varejo restrito subiu 0,5% em setembro na comparação mensal (com ajuste sazonal), enquanto na variação acumulada em 12 meses, a trajetória do indicador apresentou melhora de 1 p.p. em relação ao mês anterior, apresentando retração de apenas 0,6%….