Desaceleração no varejo dificultará a economia em 2014

Por Marcel Caparoz, da RC Consultores

O IBGE divulgou hoje os dados do volume de vendas no varejo, que teve em dezembro de 2013 sua primeira queda mensal após 9 meses seguidos de alta, com variação negativa de 0,2% em relação a novembro. Com este resultado, o varejo encerrou o ano de 2013 com uma alta de 4,3%, o menor crescimento anual desde 2003, quando houve forte queda de 3,7% do volume de vendas. Dos 10 setores cobertos pela pesquisa, 6 apresentaram queda no mês de dezembro.

A perda de dinamismo do varejo tem gerado preocupações para o governo, assim como para todo o mercado. O setor apresenta grande importância para o desenvolvimento da economia, sendo um dos que mais empregam no Brasil. Em 2013, o comércio representou 27% de todas as vagas formais de emprego criadas no país, ficando atrás apenas do setor de serviços, com 49%. A queda da confiança das famílias, o aumento dos juros na economia, a redução do ritmo de crescimento da renda real média do trabalhador, entre outros fatores, tendem a dificultar ainda mais a recuperação do comércio. A substituição para um modelo de crescimento voltado para o auto investimento será fundamental para que o Brasil consiga recuperar sua competitividade e, consequentemente, seu potencial de crescimento

Ed.364

Comentários

comentários

Posts relacionados

Inadimplência do consumidor cai 2,4% em novembro

A inadimplência do consumidor caiu 2,4% em novembro na avaliação mensal com ajuste sazonal, de acordo com dados nacionais da Boa Vista SCPC. Já nos valores acumulados em 12 meses (dezembro de 2016 até novembro de 2017 frente aos 12 meses antecedentes) houve retração 3,5%. Quando comparado o resultado contra o mesmo mês de 2016,…

Produção Industrial registra crescimento de 0,2% em outubro e 1,5% em 12 meses

Dados divulgados hoje pelo IBGE revelam que a Pesquisa Industrial Mensal (PIM) registrou crescimento de 0,2% em outubro, considerando a comparação mensal (série com ajuste sazonal). Considerando os últimos 12 meses, a recuperação ganhou mais consistência, uma vez que sua leitura foi de 0,4% para 1,5% entre os meses de setembro e outubro. Na comparação…

Cresce fatia dos que utilizarão o 13º salário para pagar contas de início de ano e poupar

  Dos mais de mil entrevistados pela Boa Vista SCPC, em sua pesquisa online sobre hábitos de consumo para o Natal e Fim de Ano, 75% dos respondentes afirmaram que receberão o 13º salário. Destes, 37% disseram que utilizarão a renda extra para quitar dívidas, o que representa uma queda de 19 pontos percentuais (p.p.)…